Partido de Yanukovich responsabiliza presidente deposto por crise no país

Deputados do Partido das Regiões(PR) condenaram as 'ordens criminosas que afetaram simples cidadãos, soldados e oficiais'

Por fernanda.magalhaes

Ucrânia - Os parlamentares do Partido das Regiões (PR), do deposto presidente ucraniano Viktor Yanukovich, responsabilizou neste domingo o líder pela crise e os distúrbios que ocorreram nesta semana em Kiev e deixaram 82 mortos.

"A Ucrânia foi traída. Provocaram o confronto entre o povo. E toda a responsabilidade recai sobre Yanukovich e seu entorno mais próximo", afirmou em uma declaração o grupo parlamentar que foi a principal base de apoio do chefe do Estado destituído.

Os deputados do Partido das Regiões condenaram as "ordens criminosas que afetaram simples cidadãos, soldados e oficiais".

"Condenamos a fuga e pusilanimidade de Yanukovich. Condenamos a traição", diz o documento. Segundo o texto, a "Ucrânia foi enganada e saqueada, mas isto não é nada comparado com a dor de dezenas de famílias que perderam seus entes queridos em ambos os lados das barricadas".

Um retrato da líder ucraniana da oposição Yulia Tymoshenko é visto durante comício na Praça da Independência no centro de KievEFE

O PR, acrescentaram os deputados, tem mais de um milhão de militantes e representa os interesses de mais de 10 milhões de eleitores.

"Estamos no Parlamento para servir à Ucrânia e seu povo", diz a declaração, enfatizando que as diferenças ideológicas "não são um impedimento para trabalhar conjuntamente pelo bem do país".

"Pode existir diferenças de opiniões, mas o objetivo é um: uma Ucrânia unida, forte e independente", afirma a nota.

A Rada Suprema (Parlamento) designou neste domingo como presidente interino do país Alexandr Turchinov, braço-direito da ex-primeira-ministra Yulia Tymoshenko e desde ontem chefe do Legislativo.

Neste sábado, a Rada Suprema destituiu Yanukovich, atualmente com paradeiro desconhecido, da chefia do Estado por abandono de suas funções.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia