Putin diz que ainda há diferenças sobre Ucrânia após conversa com Obama

'Rússia não pode ignorar pedidos por ajuda e age totalmente de acordo com a legislação internacional', disse presidente

Por clarissa.sardenberg

Rússia - O presidente russo, Vladimir Putin, disse que ainda há diferenças com os Estados Unidos a respeito das abordagens e avaliações sobre a crise na Ucrânia, após uma conversa por telefone com o presidente norte-americano, Barack Obama, informou o Kremlin. Em comunicado nesta sexta-feira, Putin disse que o novo governo de Kiev, que assumiu em um golpe anticonstitucional, impôs "decisões absolutamente ilegítimas para as regiões leste, sudeste e a Crimeia".

"A Rússia não pode ignorar pedidos por ajuda neste tema e age de acordo, cumprindo totalmente a legislação internacional", disse Putin.

Putin e Obama durante Reunião de cúpula do G-20 em São Petersburgo, em setembro passadoEfe


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia