Nova camisinha tem gel que mata vírus

Transmissão de HIV e herpes é dificultada

Por bferreira

Rio - Um laboratório australiano inventou uma camisinha que tem, na composição, uma substância que ‘desativa’ os vírus sexualmente transmissíveis, como o da Aids. A empresa de biotecnologia Starpharma desenvolveu um composto antiviral chamado VivaGel, que se mostrou capaz de ‘matar’ até em 99,9% das vezes o HIV, o herpes e outros vírus. A substância foi incorporada nos lubrificantes dos preservativos.

A diretora-executiva da Starpharma, Jackie Fairley, destacou que o VivaGel desativa o HIV ao reduzir o número de partículas virais e é uma garantia a mais, embora o uso da camisinha normal também já funcione como um bloqueio físico ao vírus. “Há uma maior probabilidade de contrair a infecção se você está exposto a uma maior quantidade de partículas”.

Nos EUA, pesquisadores conseguiram eliminar o vírus da Aids em laboratório. Artigo publicado na revista Pnas, diz que cientistas da Universidade de Temple (EUA) ‘limparam’ células humanas cultivadas em laboratório.

Além de erradicar o vírus, a equipe evitou que as células fossem infectadas novamente. Segundo pesquisadores, a tecnologia não apenas varre o HIV, mas constrói barreira protetora, impedindo que o patógeno volte a depositar seu material genético mesmo se entrar em contato com a célula novamente. A pesquisa abre as portas ao desenvolvimento de outras ferramentas preventivas, como vacinas.

Menos mortes no Brasil

Entre 2000 e 2013, as mortes por Aids e tuberculose, no Brasil, caíram 2,3% por ano, taxa maior do que os 1,5% registrados no mundo. Além disso, entre 1990 e 2003, mais de 230 mil anos de vida foram salvos no país graças ao acesso à prevenção e tratamento do HIV. De 2004 a 2008, foram mais de 450 mil anos. E de 2009 a 2013, 682 mil anos. Os dados são de estudo divulgado ontem e publicado na revista ‘The Lancet’.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia