Carrasco do EI adverte outros países sobre aliança com EUA contra o grupo

Jornalista Steven J. Sotloff, 31 anos, foi morto por radicais do EI duas semanas depois de ter sua vida ameaçada em vídeo

Por leonardo.rocha

Washington - O carrasco que aparece no vídeo da suposta decapitação do jornalista americano Steven Sotloff também alertou a comunidade internacional sobre as consequências de uma possível aliança com os Estados Unidos em sua luta contra o Estado Islâmico (EI) e fez mais ameaças de morte.

"Aproveitamos a ocasião para advertir aos governos que integramesta aliança diabólica com os EUA contra o Estado Islâmico que voltem atrás e deixem nosso povo tranquilo", disse o terrorista encapuzado para a câmera antes de realizar a decapitação. O governo americano declarou hoje que ainda não pôde confirmar seo vídeo é autêntico, mas que está "arrasado" diante da possibilidadede que as imagens sejam reais.

Jornalista americano foi obrigado por terroristas do Estado islâmico a gravar mensagem pedindo fim da intervenção dos EUA no IraqueReprodução Internet



No vídeo, o membro do EI reforçou seu recado para o presidente americano, Barack Obama, que a morte de Sotloff é consequência de sua política externa em relação ao Iraque e sua "arrogante" posturade continuar bombardeando as posições jihadistas.

"Enquanto seus mísseis continuarem atacando nossa gente, nossa faca continuará atacando o pescoço da sua gente", ameaçou. Há duas semanas, o EI assassinou da mesma forma outro jornalista americano, James Foley, e também divulgou um vídeo com as cenas de sua morte e no qual afirmava que o mesmo poderia ocorrer com Sotloff. No entanto, os EUA continuaram com os ataques aéreos contra as posições do EI no norte do Iraque e pediu a formação de uma aliança global para enfrentar a ameaça jihadista.

"Segunda mensagem à América"

O grupo radical Estado Islâmico (EI) teria divulgado nesta terça-feira mais um vídeo no qual aparece a decapitação de outro jornalista norte-americano, informou a agência de noticias Reuters. O refém supostamente morto é Steven Joel Sotloff, de 31 anos, o mesmo que aparece no primeiro vídeo enviado ao governo dos Estados Unidos (EUA).

Com o título "Segunda mensagem à América", o carrasco que aparece nas imagens possui um forte sotaque britânico, e suspeita-se que tenha sido o mesmo que degolou James Foley, morto em meados de agosto.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia