Fruta também mata a fome

Além de terem vitaminas e não engordarem, estes vegetais contêm fibras que dão saciedade

Por nicolas.satriano

Rio - Se para você as frutas não matam a fome, é hora de rever sua opinião. Há uma lista delas, para todos os gostos — de banana a kiwi — que, comprovadamente, trazem sensação de saciedade. E, além de ‘forrarem o estômago’, não engordam e são cheias de vitaminas.

A explicação para este fenômeno está nas fibras solúveis. Presente em maior quantidade em alimentos como pera, laranja, melão e mexerica, a substância, quando entra em contato com a água do organismo, forma uma espécie de gel que ‘ocupa espaço’ no estômago e gera saciedade.

“Essas fibras ficam no interior da fruta, na polpa. Todas as frutas têm, mas algumas possuem em maior quantidade, por isso proporcionam mais saciedade”, explica Marina Manochio, professora do curso de Nutrição da Universidade de Franca em São Paulo.

Enganou-se quem pensava que fruta não mata a fomeArte O Dia

Apesar do poder de matar a fome, Marina alerta que frutas não podem substituir grandes refeições, como almoço e jantar. Isso porque a troca levará a uma carência de nutrientes como ferro, encontrado em proteínas como carne.

Mas as frutas são bem-vindas em lanches intermediários e depois das refeições. A especialista cita que a vitamina C presente na laranja ajuda o organismo a absorver o ferro. “Por isso ela cai bem depois do almoço”, diz, acrescentando que a indicação é comer de três a cinco porções de frutas por dia, sempre variando.

Mariana Catta-Preta, coordenadora de Nutrição do Centro Universitário Celso Lisboa, dá uma dica para quem precisa perder peso e comer menos no almoço e no jantar. Se a pessoa exagera nas grandes refeições, é bom comer uma fruta rica em fibra solúvel meia hora antes de fazer o prato. “Com isso, na hora do almoço, a pessoa comerá menos”, afirma.

Outro benefício das fibras presentes nas frutas é a redução do colesterol. O ideal, diz Marina, é optar pelas frutas da estação, que têm menos agrotóxicos e mais vitaminas, além de serem mais baratas.
Frutas oleaginosas, como amêndoas, nozes e castanhas, são campeãs de saciedade, por conterem muitas fibras — 100 gramas de castanha chegam a ter quase 10 gramas da substância.

Mas Marina alerta que o consumo não deve ultrapassar quatro unidades por dia. “Não pode sentar e comer à vontade. Essas frutas também são ricas em óleos essenciais, como ômega 3, e minerais, mas muito calóricas”.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia