Por bferreira

Rio - Se os smartphones nos permitem resolver problemas do dia a dia a qualquer hora e lugar, eles também são os responsáveis por distúrbios de saúde no futuro. Pesquisadores do Centro Médico de Cirurgia Espinhal e Reabilitação de Nova York constataram que as longas horas conferindo celulares e tablets podem causar de simples lesões musculares a graves problemas de coluna, como hérnia de disco.

Isto acontece porque, ao inclinar a cabeça para olhar o aparelho, o usuário obriga a articulação do pescoço a suportar uma pressão de cerca de 27 quilos, o equivalente a carregar uma criança de 8 anos nos ombros. Em posição ereta, a cabeça exerce apenas a força de seu peso normal, cerca de 6 quilos num adulto, em média.

Presidente da Associação Brasileira de Reabilitação de Coluna, o fisioterapeuta Helder Montenegro explica quais alterações ocorrem no corpo devido ao uso excessivo de smartphone. “Essa postura faz a coluna perder sua curvatura normal e comprime os discos intervertebrais, levando a lesões”, diz.

Segundo o estudo norte-americano, usuários permanecem, em média, mil horas por ano na posição danosa à coluna cervical. Para Montenegro, o objetivo deve ser reduzir o uso e dar preferência ao computador. “O ideal é que celular e tablet sejam apenas para urgências. Como a pessoa fica sentada, o computador se torna mais indicado para atividades prolongadas”, comenta ele.

O especialista também alerta que colocar o smartphone na altura dos olhos não é uma medida capaz de solucionar o problema. “Ao deixar os braços suspensos por muito tempo também se exerce uma pressão excessiva sobre a coluna e podem surgir lesões nos ombros”, aponta Montenegro.

Livro dá dicas de prevenção

‘Hérnia de disco e dor ciática’ é o título do primeiro livro brasileiro sobre doenças de coluna — males que afetam milhões de pessoas — voltado para o público em geral.

Projeto do fisioterapeuta Helder Montenegro e de mais 27 profissionais de fisioterapia, medicina e educação física convidados, a obra tem dicas de prevenção contra a hérnia de disco, além de listar todos os distúrbios cervicais e seus tratamentos através de uma linguagem acessível à toda a população.

Com lançamento previsto para o final do ano, a publicação já está em pré-venda através do site bit.ly/livro-prelancamento. O livro custa R$ 49,90.

Você pode gostar