Mais Lidas

Estado do Rio ganha serviço de acupuntura para tratar alergia

Técnica chinesa alivia sintomas, espaça as crises e pode até suspender os remédios

Por felipe.martins , felipe.martins

Rio - Os benefícios da acupuntura vão além do alívio de dores de coluna. A técnica também pode ser usada no tratamento de alergias alimentar e respiratória. E a boa notícia para os moradores do Estado do Rio é que, no próximo sábado, o projeto Brasil Sem Alergia vai inaugurar um setor de atendimento exclusivo que usará o método chinês.

O programa pretende atender, preferencialmente, pacientes com formas mais graves do problema. De acordo com a responsável pelo setor de acupuntura do projeto, Carla Simone Freitas, o método é capaz de espaçar as crises alérgicas, aliviar os efeitos e, em determinados casos, até eliminar os sintomas. Ela destaca que a terapia pode gerar bem-estar, além de um efeito analgésico.

As pequenas agulhas estimulam pontos específicos que ajudam o organismo a combater a alergiaIstock

“A técnica pode ainda diminuir as secreções pulmonares e melhorar a imunidade. A eficácia da acupuntura em casos de rinite alérgica pode ser de 97% dos casos”, analisa. Durante a sessão, diz a especialista, o acupunturista espeta agulhas em pontos com mais terminações nervosas, os acupontos. Atingidas, essas áreas estimulam a liberação de neurotransmissores, como serotonina, dopamina e endorfina, causando diversos efeitos no organismo que ajudam a tratar o problema.

O acupunturista Marcio de Luna explica que as pequenas agulhas também ativam as suprarrenais — alergias têm relação com deficiências nessa parte do corpo —, o que normaliza o funcionamento das glândulas e melhora o mal.

Segundo a médica acupunturista, qualquer pessoa pode usar a terapia, mas é preciso consultar antes um especialista para ver se há alguma restrição, como no caso de gestantes. Carla ressalta ainda que a técnica não substitui os remédios convencionais, sendo usada de modo complementar. “Mas, com a acupuntura, há uma tendência de reduzir ou retirar medicamento no futuro”.

Atendimento em Duque de Caxias

Antes de ter acesso à acupuntura para tratar a alergia, a pessoa deve passar, antes, por uma triagem, com o médico alergista Marcello Bossois, coordenador do Brasil sem Alergia. O atendimento acontecerá, aos sábados, na sede do projeto, na Rua Conde de Porto Alegre,167, em Duque de Caxias.As consultas serão gratuitas, e o atendimento com o procedimento terá preço de custo. Inscrições no programa são feitas pelos telefones 3939-0239 e 2652-2175, ou pelo site www.brasilsemalergia.com.br.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia