Ex-ator de 'Power Rangers' é acusado de matar amigo com espada, diz site

Ricardo Medina Jr., de 37 anos, começou sua carreira em Hollywood como o Ranger vermelho, Cole Evans, na série 'Power Rangers Wild Force'

Por tamara.coimbra

EUA - Um dos atores que interpretou o Power Ranger vermelho na série de TV "Power Rangers", foi preso no último sábado nos Estados Unidos. Ricardo Medina Jr. é acusado de matar, com um golpe de espada, um amigo com quem dividia o apartamento, informou o site TMZ.

De acordo com a polícia Palmdale, na Califórnia, o ator porto-riquenho estava acompanhado da namorada quando começou a discutir com o amigo Joshua Sutter, por motivos não divulgados. Para não piorar as coisas, Medina teria se trancado no quarto com a companheira.

Ricardo Medina Jr. como o Ranger vermelho%2C Cole Evans%2C na série 'Power Rangers Wild Force'Divulgação

Porém, Joshua Sutter teria entrado no quarto à força e a briga prosseguiu. Segundo o site TMZ, que cita fontes policiais, o ex-Power Ranger atingiu o amigo com um único golpe de espada no abdome. Medina chamou ainda a polícia após o incidente e esperou no local até a chegada dos policiais.

O amigo foi levado para o hospital, mas não resistiu ao ferimento. De acordo com o site, o ator permanece detido, com fiança estipulada em US$ 1 milhão.

Ricardo Medina Jr., de 37 anos, começou sua carreira em Hollywood como o Ranger vermelho, Cole Evans, na série "Power Rangers Wild Force", em 2002. Dez anos depois, ele atuou como o personagem Dekker em "Power Rangers Samurai", outra versão da série.

Além disso, Medina participou das séries “Plantão Médico” e “CSI: Miami” e, em 2005, participou do reality show “Kept”, no qual a modelo Jerry Hall, ex-mulher de Mick Jagger, iria escolher um namorado.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia