Embaixador dos EUA na Coreia do Sul deixa hospital após levar facada

Polícia planeja indiciar o agressor Kim Ki-jong por tentativa de homicídio pelo ataque ocorrido

Por clarissa.sardenberg

Coreia do Sul - O embaixador dos Estados Unidos na Coreia do Sul deixou um hospital de Seul nesta terça-feira, cinco dias após ter sido atacado com uma faca por um sul-coreano com um histórico de protestos violentos e recebido 80 pontos no rosto devido ao ferimento.

A polícia planeja indiciar o agressor Kim Ki-jong, de 55 anos, por tentativa de homicídio pelo ataque ocorrido durante um fórum que debatia a reunificação coreana. O embaixador, Mark Lippert, sofreu um corte profundo no rosto e um ferimento no punho.

Embaixador dos EUA%2C Mark Lippert%2C sofreu atentado com faca no rostoReuters

Lippert, de 42 anos, se tornou conhecido por adotar um estilo próximo e informal desde que assumiu o posto em Seul em novembro, e o ataque despertou dúvidas sobre sua segurança.

"Tornamos nossa missão sermos abertos e amigáveis, e isso não vai mudar", disse Lippert em uma entrevista coletiva lotada, em meio a forte esquema de segurança no hospital da Universidade Yonsei.

Kim fora condenado em 2010 por tentar atacar o embaixador japonês arremessando um pedaço de concreto. Ele disse depois que atacou Lippert que estava protestando contra exercícios militares conjuntos entre EUA e Coreia do Sul, que começaram na semana passada.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia