Pastor americano diz que homens que se masturbam são gays

Mark Driscoll é autor do livro 'Porn-Again Christian' e condena a masturbação entre os cristãos

Por paloma.savedra

EUA - Líder de uma igreja de Seattle, o pastor norte-americano Mark Driscoll causou polêmica ao associar a masturbação masculina com a homossexualidade. Autor do livro chamado 'Porn-Again Christian' — expondo argumentos “práticos e teológicos” para que o cristão evite se masturbar —, Driscoll faz a afirmação baseando-se na falta de contato durante o ato com a mulher.

Para pastor americano Mark Driscoll%2C masturbação masculina revela homossexualidade%3B ele condena o ato%2C exceto na presença da esposaReprodução Twitter

No 5º capítulo da publicação, o pastor chega a dizer que o homem revela-se gay ao se masturbar olhando para o espelho. "Principalmente quando o masturbador olha para um espelho, excitando-se com o seu próprio corpo”, descreveu. 

Para Driscoll, o ato é digno de 'condenação' e deixa de ser uma manifestação da homossexualidade caso o homem se masturbe na frente de sua esposa. No manual, ele ainda 'orienta' os fiéis a se masturbar em viagens apenas com a foto da esposa. Isso faria com que ele 'afirmasse' a sua masculinidade.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia