Papa Francisco pode adicionar Cuba a roteiro de viagem aos EUA, diz Vaticano

Católicos em Cuba geralmente têm maior liberdade religiosa do que em outros Estados comunista

Por tamara.coimbra

Vaticano - O Papa Francisco pode adicionar uma visita a Cuba ao itinerário da visita aos Estados Unidos em setembro, informou o Vaticano nesta sexta-feira, adicionando que as conversas com autoridades cubanas ainda estão em estágios iniciais. Uma parada em Cuba durante a viagem que deve incluir visitas à Casa Branca e ao Congresso, assim como à ONU, destacaria o papel exercido pelo Vaticano em ajudar na restauração das relações diplomáticas entre Havana e Washington, estagnadas há mais de meio século.

O pontífice tem visita aos EUA em setembro para celebrar uma missa ao ar livre na Filadélfia e encontrar o presidente dos EUA, Barack Obama, em Washington. Os contatos com autoridades cubanas estão "ainda em um estágio muito inicial para falar sobre uma decisão firme e um plano operacional", disse o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, em nota.

Os católicos em Cuba geralmente têm maior liberdade religiosa do que em outros Estados comunistas, e os dois antecessores de Francisco, Bento XVI e João Paulo II, visitaram o país durante seus papados.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia