Vídeo mostra traficante 'El Chapo' se preparando para fugir da prisão

Fuga do chefão do tráfico mais poderoso do México é um grande problema também para os Estados Unidos

Por clarissa.sardenberg

México - O governo do México divulgou imagens de câmeras de segurança mostrando o chefe do tráfico de drogas Joaquín "El Chapo" Guzmán momentos antes de escapar de uma prisão de segurança máxima através de um túnel em sua cela, no sábado à noite.

O comissário de Segurança Nacional, Monte Alejandro Rubido, mostrou nesta terça-feira um vídeo em que Guzmán aparece vestido, andando pela sela, olhando para trás da parede divisória de seu chuveiro, sentado em sua cama e, em seguida, agachando-se novamente atrás da parede do chuveiro, onde finalmente desapareceu às 20h52, pelo horário local.

"Ele trocou os sapatos, e foi para o chuveiro", afirmou Rubido, explicando a filmagem. "Você não pode ver o que ele está fazendo."

El Chapo minutos antes de escapar da prisão Reprodução Internet

A parede divisória impedia que a câmera captasse a entrada do túnel, de cerca de 50 centímetros por 50 centímetros, mostrada pela televisão mexicana um pouco antes na terça-feira. O túnel tinha pouco mais de 1,6 quilômetro e esse era um dos dois pontos cegos para as câmeras de segurança na cela de Guzmán.

A fuga de Guzmán, o traficante mais conhecido do México, é um grande problema para o presidente Enrique Peña Nieto, e também para os Estados Unidos. El Chapo é acusado de remessas de drogas para os EUA. Essa é a segunda vez que ele consegue escapar de uma prisão.

Até a fuga, o comportamento de Guzmán tinha sido "normal" para uma pessoa que passou muitas horas em uma pequena cela, disse Rubido. O comissário disse que os pontos cegos foram projetados para permitir a Guzmán alguma privacidade, enquanto ele estava se lavando.

O vídeo mostra que a parede divisória era alta o suficiente para cobrir a metade inferior do corpo de Guzmán quando estava de pé. A primeira escapada dele da prisão foi em 2001.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia