EUA dizem ter matado vice-líder do Estado Islâmico em ataque aéreo

Hajji Mutazz foi morto em um ataque aéreo militar dos Estados Unidos em na última terça-feira enquanto viajava em um veículo perto de Mosul, no Iraque

Por luis.araujo

Washington - O número dois na hierarquia de poder do Estado Islâmico foi morto em um ataque aéreo dos Estados Unidos na última terça-feira, afirmou a Casa Branca em comunicado nesta sexta-feira.

"Fadhil al-Ahmad hayali, também conhecido como Hajji Mutazz... foi morto em um ataque aéreo militar dos Estados Unidos em 18 de agosto enquanto viajava em um veículo perto de Mosul, no Iraque, juntamente com um operador de mídia do Estado Islâmico conhecido como Abu Abdullah", disse o porta-voz da Casa Branca, Ned Price, em comunicado.

"A morte de Al-hayali vai impactar negativamente as operações do EI, já que sua influência se estendeu a finanças, mídia, operações e logística do Isil", completou Price, referindo-se ao grupo por uma sigla.

Os EUA e seus aliados realizam ataques aéreos diários contra alvos do Estados Islâmico no califado autodeclarado do grupo em partes do Iraque e da Síria. Um ataque com drone no mês passado matou um líder sênior do Estado Islâmico no seu reduto sírio de Raqqa.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia