Estado Islâmico mata traficantes, entre eles irmão de líder do grupo

Homens estariam sequestrando pessoas para vender seus órgãos. Grupo também apedrejou mulher por adultério

Por clarissa.sardenberg

Iraque - O Estado Islâmico executou quatro homens e crucificou seus corpos na cidade de Deir Ezzor, na fronteira com o Iraque, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos nesta terça-feira. Um dos homens executados era irmão de um dos líderes do EI, de acordo com o observatório.

Estado Islâmico já usou colares para explodir prisioneirosReprodução Internet

O grupo também teria apedrejado uma mulher acusada de adultério. Em comunicado, a ONG explicou que os extremistas apedrejaram a mulher em uma praça na cidade de Abu Kamal, no leste da província síria de Deir Ezzor. 

"Estes sequestraram pessoas, as mataram e retiraram seus órgãos para venda", dizia um cartaz posto no local da execução dos homens. 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia