Tribo indígena vai inaugurar resort dedicado ao consumo de maconha

Segundo grupo, clientes poderão consumir até 60 tipos de cannabis 'de alta qualidade, livres de poluentes e orgânicos'

Por clarissa.sardenberg

Estados Unidos - Uma tribo indígena vai inaugurar um resort dedicado ao consumidores de maconha em sua reserva, na Dakota do Sul, nos Estados Unidos, onde diversos estados já aprovaram a legalização da cannabis. Os Santee Sioux irão oferecer até 60 variedades de cannabis "de alta qualidade, livres de poluentes e orgânicos" cultivadas na própria terra. 

Em menos de uma semana desde o anúncio, os Santee Sioux disseram já ter recebido a confirmação de 100 pessoas à inauguração do complexo, prevista para a noite de ano novo. 

Os indígenas já possuem um cassino, um hotel de 120 quartos e um rancho com mais de 240 bisontes em suas terras. A ideia é que os hópedes possam transitar entre as instalações.

Tribo indígena Santee Sioux já possui hotel em sua reserva e vai ampliar negócios com plantio de maconha Divulgação

"Quando estiver pronto, este projeto de desenvolvimento econômico ajudará a criar muitos empregos adicionais e aumentará a estabilidade econômica da tribo e de seus membros", disse à "CNN" o presidente da tribo, Anthony Reider.

Segundo Anthony, os clientes a ideia é que o espaço seja um complexo recreativo que vai contar com bar, restaurante, fliperamas e 10 pistas de boliche. Os hóspedes poderão usufruir das instalações enquanto compram e fumam maconha em público sem problema — em outros estados só é permitido o consumo em espaços privados.

Nos EUA, as reservar indígenas têm direito às próprias leis, então apesar de a Dakota do Sul não ter aprovado o uso recreativo da maconha, não haverá problemas com o resort. Entre os estados que aprovaram o uso recreativo da erva estão Colorado, Washington, Oregon e Alasca.

Desde que os eleitores do Colorado e do estado de Washington aprovaram a legalização da cannabis recreativa, em novembro de 2012, as pesquisas de opinião revelaram que a sociedade americana está cada vez mais aberta à regularização da substância psicotrópica.



Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia