Papa Francisco diz que está sensibilizado com drama dos refugiados

'A Igreja não os abandona', diz o pontífice

Por tabata.uchoa

Cidade do Vaticano - O papa Francisco prometeu ajudar as famílias dos "refugiados que caminham pelas estradas da Europa", durante a celebração da missa do Angelus, este domingo, a partir da janela do Palácio Apostólico no Vaticano.

A missa do Angelus teve orações pelos que fogem da fome e da guerraEfe

"A igreja não nos abandona", afirmou o sumo pontífice, que acrescentou estar sensibilizado com as imagens do drama dos refugiados: "Confesso que comparo as fotos dos fugitivos correndo pelas ruas da Europa à profecia do povo peregrino, uma realidade dramática de nosso tempo", disse.

Francisco acredita que estas famílias retiradas de suas terras “são pessoas em busca de dignidade, em busca de paz e continuam conosco, a Igreja não as abandona, porque fazem parte do povo que Deus quer libertar da escravidão e guiar rumo à liberdade", continuou.

O papa revelou que o encerramento do sínodo dos Bispos foi marcado por intensas orações pelos refugiados, que continuam chegando em massa à Europa. À pé, de trem ou em travessias dramáticas do mar Egeu, milhares de pessoas tentam penetrar em fronteiras fechadas à busca de uma oportunidade e de vida para seus filhos. As autoridades européias estimam que mais de 600 mil refugiados já entraram na Europa desde janeiro.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia