Mulher morre após consumir 8,5 litros de refrigerante por dia

Victoria Lane utilizava remédios para depressão e paranoia. Depois, ela começou a misturar o refrigerante com vodca

Por gabriela.mattos

Inglaterra - No Reino Unido, Victoria Lane, de Clayton, Stoke-on-Trent, 38, foi encontrada morta em sua casa pelo filho adolescente. O garoto ligou para a emergência e os paramédicos se apressaram até o local, mas não conseguiram reanimar a  mulher, que consumia até 8,5 litros de Pepsi Max diariamente. O caso ocorreu no começo do ano.

Além do refrigerante, ela usava medicamentos prescritos para lidar com a paranoia e a depressão. O inquérito apurou que Lane também sofria de ansiedade.

Mulher morre por consumo de 8%2C5 litros de refrigerante por diaDivulgação

Ela usava medicamentos controlados, incluindo fluoxetina, para controlar os sintomas das doenças, mas também começou a beber intensamente. Por gostar do sabor de Pepsi Max, decidiu misturá-lo à vodka.  A bebida também a ajudava com os efeitos colaterais dos remédios, que a deixavam com a boca seca, disse a mãe dela.

O inquérito apurou que Lane bebia acima de quatro garrafas de dois litros da bebida. A combinação de remédios controlados e Pepsi Max levaram ao consumo excessivo de cafeína e fluoxetina, que resultou na morte de Lane, segundo revelou a autópsia.

Fonte: IG

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia