Mais Lidas

Professor é esfaqueado na França por homem que diz ser do Estado Islâmico

Grupo vê o país como um dos seus principais alvos por integrar a coalizão internacional que bombardeia jihadistas

Por clarissa.sardenberg

França - Um professor francês foi esfaqueado na manhã desta segunda-feira, em Aubervilliers, na periferia nordeste de Paris, por um homem que se proclamava seguidor do grupo extremista Estado Islâmico (EI). Vestindo uma máscara, o agressor conseguiu fugir, enquanto o professor, que trabalha em uma escola infantil, precisou ser hospitalizado.

Carros da polícia e corpo de bombeiros vistos em frente escola onde professor foi atacado em ParisReuters

O docente foi atingido primeiro com uma faca, depois com um estilete. Apesar de seus ferimentos graves, o professor não corre risco de morte. O episódio ocorreu na escola pública "Jean Perrin", em Aubervilliers, em Seine-Saint-Denis, por volta das 7h10 locais.

As investigações do caso estão a cargo da Seção Antiterrorista (SAT) da Polícia Criminal Judiciária Parisiense. Há um mês, a capital francesa foi palco de um dos ataques mais sangrentos de sua história cometidos pelo Estado Islâmico em vários pontos da cidade e os quais provocaram a morte de 130 pessoas.

Depois dos atentados, a segurança nas escolas de toda a França foi reforçada. O EI vê o país como um dos seus principais alvos já que a França integra a coalizão internacional que bombardeia alvos jihadistas na Síria e no Iraque.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia