Mais Lidas

Obama e Rainha Elizabeth recebem pedidos de combate ao terrorismo

A luta contra o terror foi o ponto em comum nas cartas de Natal para a rainha da Inglaterra e para o presidente dos EUA

Por felipe.martins , felipe.martins

Rio - O combate ao terror foi o ponto em comum nas mensagens de Natal da rainha Elizabeth II e de Barack Obama. Mas ambos os líderes fizeram questão de falar de suas famílias na tradicional transmissão festiva. Elizabeth lembrou os “momentos sombrios” que o mundo teve de enfrentar — sem citar nominalmente os ataques terroristas. “Existe um velho ditado que diz que é melhor acender uma vela do que amaldiçoar a escuridão”.

Mas a monarca, que em setembro bateu o recorde de permanência no trono — são 63 anos de reinado —, falou da “alegria de viver uma vida longa”. “Neste ano minha família tem um novo membro para aproveitar a diversão”, completou, referindo-se à bisneta Charlotte, filha de William e de Kate.

Ao lado de Michelle, Obama também citou o clima familiar — e deu destaque aos seus cachorros. “Tenho de passar toda a noite afastando Bo e Sunny dos cookies deixados para o Papai Noel.” O presidente ainda prestou homenagem aos “corajosos” soldados e veteranos de guerra dos Estados Unidos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia