Homens são presos por 'viverem juntos' e celebrarem união gay

Caso ocorreu na Arábia Saudita, país onde ser homossexual é crime passível de punições absurdas como chicotadas

Por clarissa.sardenberg

Arábia Saudita - Quatro homens foram presos pela Polícia da Moral Saudita após denúncias de que eles viviam juntos como casais em um apartamento no norte de Riad, informou nesta quarta-feira o jornal "Sabq". As informações chegaram à polícia depois que imagens de uma festa de casamento gay que aconteceu no local se espalharem pelas redes sociais nesta segunda-feira.

Vídeo de casamento gay na Arábia Saudita se espalhou nas redes sociais Reprodução Twitter

Interrogados, os jovens confessaram que mantinham relações e que realizaram "um casamento". Um deles, de 28 anos, já havia sido preso por "envolvimento em um caso similar".

Os agentes encontraram roupas femininas, perucas, maquiagem e bebidas alcoólicas, segundo o jornal, que indicou que nos telefones celulares apreendidos havia vídeos de festas semelhantes.

Na Arábia Saudita, ser homossexual é crime e as punições podem chegar ao absurdo de castigos corporais, como chicotadas. No país, rege uma interpretação rígida da le islâmica.

*Com informações da EFE

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia