Portugal tem cinco pessoas diagnosticadas com o Zika vírus

Segundo porta-voz do INSA, nenhum caso era grave, portanto nenhum dos infectados com o vírus foi internado

Por lucas.cardoso

O Zika vírus é transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti, o mesmo que transmite a dengue e chikungunyaBanco de imagens

Lisboa - Cinco pessoas foram diagnosticadas com o Zika vírus em Portugal, todos os infectados viajaram recentemente para o Brasil, conforme o Instituto Nacional de Saúde do país (INSA), nenhum deles precisou de internação.

"Até agora temos cinco casos confirmados, todos importados do Brasil. Essas pessoas não foram hospitalizadas e não precisam de atenção médica extra, pois esses são casos sem gravidade", informou um porta-voz do instituto. O Instituto é responsável por todos os exames epidemiológicos em Portugal.

O Zika vírus é espalhado pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo que transmite a dengue e a chikungunya. Não há uma vacina ou um tratamento para combater o vírus, parente próximo da dengue, que geralmente causa uma febre amena e coceira.

O Zika tem sido relacionado a casos de microcefalia em recém-nascidos no Brasil. Estima-se que 80 por cento das pessoas infectadas não apresentem sintomas, o que torna difícil para que mulheres grávidas saibam se foram ou não infectadas.

A área continental de Portugal não tem nenhum caso de vírus contraído localmente e transmitido pelo Aedes aegypti, mas houve um surto de dengue na Ilha da Madeira, um território português, em 2012, a primeira epidemia de dengue na Europa desde a década de 1920.

Casos de Zika foram registrados na Dinamarca e na Grã-Bretanha e especialistas em saúde afirmam que esses casos são esperados na Europa, dada a escala do surto da doença na América do Sul e a frequência das viagens internacionais.


Com informações de Reuters

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia