Uber é multado em 1,2 milhão de euros na França

Responsáveis pelo aplicativo teriam passado informações confusas para seus motoristas

Por lucas.cardoso

Paris  - A filial do Uber na França foi condenada a pagar 1,2 milhão de euros à União Nacional dos Táxis (UNT) por ter passado a seus motoristas orientações “ambíguas” sobre a possibilidade de parar na rua à espera de passageiros sem reserva.

Segundo a UNT, essa prerrogativa é reservada apenas a taxistas com licença. A sentença do Tribunal de Paris foi publicada no segundo dia de manifestações da categoria contra o aplicativo norte-americano. Táxis bloquearam diversas vias da capital francesa e de seus arredores, inclusive no acesso ao aeroporto Charles de Gaulle, ao qual só é possível chegar de trem.

Ontem, primeiro dia de protestos, 24 pessoas já haviam sido detidas por atos de violência. As manifestações também ocorrem em outras cidades francesas, como Marselha e Toulouse.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia