Aristóteles Drummond: Bom-senso a Petrópolis

Não se sabe se por mera ignorância, ou interesses outros, alguns prefeitos agem em detrimento de suas cidades

Por bferreira

Rio - Sábio é o governante que concilia o fiel cumprimento da legislação com o bom-senso e o interesse público. Volta e meia surgem críticas por supostos privilégios a determinadas regiões das cidades em geral. Coisa de gente que não enxerga, por exemplo, que quem recebe turistas deve zelar pela limpeza e segurança das áreas mais frequentadas, que, afinal, contribuem para o comércio, a geração de empregos e consequente arrecadação municipal. A cortesia, portanto, é fundamental.

Não se sabe se por mera ignorância, ou interesses outros, alguns prefeitos agem em detrimento de suas cidades. É o caso de Petrópolis, cujo prefeito volta a práticas de seu mandato anterior, da indústria das multas. Mas estas afastam turistas, moradores de fins de semana, que passam a evitar a ida às compras, pelo rigor e radicalismo dos agentes encarregados do registro de infrações. Itaipava, por exemplo, tem tido seu comércio prejudicado pelo trânsito caótico, com gargalos irritantes. E, agora, com o golpe fatal das multas aplicadas sem o menor constrangimento nos fins de semana. É o caso do Shopping Estação, em pista dupla, sem retenções, em que uma parada de minutos em área não permitida, inclusive em frente à farmácia, vem levando consumidores a evitar o local pela multa aplicada tão logo o cidadão se afaste.

Como a ocorrência é recente, não fosse a má-fé, caberia campanha educativa, com advertência verbal pelo agente municipal.

Para ficarmos no mesmo e querido município da Região Serrana, que por decreto do presidente João Figueiredo tem o título de Cidade Imperial, o acesso a seu centro comercial, a partir da BR-040, pela Rua Deputado Altair de Oliveira Lima, só existe em um sentido, agravando o congestionamento no Trevo de Bonsucesso. E mais: 33 quebra-molas separam o distrito do Centro da cidade. Terceiro mundo convivendo com a cidade preferida para segunda residência das famílias e moradia de cariocas e niteroienses aposentados.

Não é por aí! Estas normas de bom acolhimento valem para cidades com o mesmo perfil, como os da Região dos Lagos e as demais serranas.

Jornalista

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia