Jair Bolsonaro: Maus médicos

Programa permite aos médicos estrangeiros trazer, na bagagem, todos seus dependentes, sendo 10, 20 ou 30

Por tamyres.matos

Rio - O Super-Homem está para a criptonita assim como a Dilma Rousseff está para a democracia. No afã de trazer velhos aliados da luta contra o regime militar, a presidenta pretende inundar o Brasil com dezena de milhares de agentes cubanos.

A Medida Provisória 621 — Programa Mais Médicos —, no Artigo 12, permite aos médicos estrangeiros trazer, na bagagem, todos seus dependentes, independentemente de serem 10, 20 ou 30, que poderão exercer, no Brasil, qualquer atividade remunerada. Teremos não mais um, mais dezenas de Araguaias em nosso país.

Dez anos no poder e o PT, só agora, “desperta” para a grave crise da saúde. Não é o que pensa, entretanto, o deputado petista Domingos Dutra, ex-presidente da Comissão de Direitos Humanos, ao propor em 2011 (PL 2.230) que o poder público para cada 1.000 presos destine 12,5 médicos, bem superior aos atuais 1,8 no Brasil.

De forma sorrateira, quer o PT revalidar, sem o devido exame, o diploma de centenas de ‘companheiros’ que cursaram Medicina em Cuba indicados pelos ‘doutores’ do MST e do PC do B como se estas agremiações tivessem qualquer respaldo, moral ou técnico, para selecionar quem quer que seja para cursar seja lá o que for.

Concordaria com a malfadada MP caso os ilustres governantes da República trocassem seus atendimentos no Sírio-Libanês pelo médicos cubanos da ilha do genocida Fidel Castro, onde sequer dispõem de internet para sua formação.

Como a maioria das ações propostas pela MP se aplicará àqueles que adentrarão nas universidades em 2015, com seus diplomas reconhecidos em 2023, peca o governo pela absoluta falta de urgência para o encaminhamento de MP nesse sentido.

Nosso Mandado de Segurança Parlamentar 32.224/2013 está em vias de ser apreciado no STF, pelo ministro Marco Aurélio, oportunidade em que, em nome dos bons médicos formados no Brasil, esperamos, liminarmente, pela suspensão do projeto inspirado em Cuba, aqui já conhecido como Maus Médicos.

Jair Bolsonaro é deputado federal pelo PP

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia