Padre Omar: Cardeal Tempesta: Do Rio para o mundo

Há muito tempo os cariocas aguardavam poder chamar o arcebispo metropolitano, Dom Orani João Tempesta, de cardeal

Por adriano.araujo , adriano.araujo

Rio - Há muito tempo os cariocas aguardavam poder chamar o arcebispo metropolitano, Dom Orani João Tempesta, de cardeal. E agora, às vésperas de celebrarmos seus cinco anos de pastoreio no Rio de Janeiro, Papa Francisco, no consistório de 22 de fevereiro, nos dá este presente! O barrete, o anel e o título cardinalício recebidos são sinais de que o nosso pastor, que agora traja o vermelho, na púrpura cardinalícia, é um servo disposto a, cada vez mais, dar a vida por Cristo e sua Igreja. Pura alegria para os cariocas, que, a partir de agora, vão poder partilhar todo o amor, zelo e dedicação desse incansável missionário com a Igreja mundial.

Simples, informal, voltado para a comunicação e verdadeiramente preocupado com o bem de todos: são características que descrevem bem o perfil do, agora, cardeal-arcebispo Dom Orani João Tempesta. Mas é sua disponibilidade e abertura a quem dele se aproxima e seu empenho por implantar o Reino de Deus nas variadas realidades sociais que saltam aos olhos.

'Para a Igreja no Rio de Janeiro%2C a criação do cardeal Tempesta talvez aparentemente não mude nada'Arte / O Dia

É impossível estar perto dele e não perceber sua vontade de ser acolhimento para o outro. Sua forma de olhar a cada um nos olhos, de sorrir com ternura, de tocar a realidade de um irmão com respeito e até de fazer brincadeiras revelam, na verdade, sua busca pela semelhança com o Cristo, que nunca fez acepção de pessoas, nem outorgou para si honrarias, mas se fez um com todos.

Aliás, “Para que todos sejam um” foi lema episcopal de Dom Orani, devido à sua certeza de que na Igreja há muitos dons e carismas que podem e devem ser articulados. Assim como na sociedade. Para nosso cardeal, é possível trabalhar em conjunto, otimizar meios e maneiras de viver a fraternidade e a solidariedade. E o mais bonito é perceber que esse espírito conciliador parte dele, que, com o seu testemunho, convida outros à mesma prática.

Para a Igreja no Rio de Janeiro, a criação do cardeal Tempesta talvez aparentemente não mude nada. Mas, de fato, ela acrescenta muito à Arquidiocese. Nosso cardeal-arcebispo é agora estreito colaborador do Papa, está em sintonia efetiva e mais afetiva com ele. Muitos bons frutos essa proximidade com o representante de Cristo aqui na terra trará para a nossa gente carioca, para o nosso trabalho de evangelização!

Para a Igreja no mundo é igualmente um grande ganho. Cardeal Tempesta tem como competência assegurar, conforme o Direito Eclesial especial, a eleição do Papa. E, além de eleitor, pode ser eleito. É sua incumbência também assistir o Santo Padre colegialmente, quando convocado, em reunião plenária, para tratar de questões importantes, ou, pessoalmente, exercendo ofícios nos dicastérios romanos ou em outros organismos.

Nosso coração se alegra pelo Cardinalato de Dom Orani. Somos gratos por tê-lo sempre junto ao seu rebanho e por, no Rio, estar tornando a Igreja ainda mais aberta a todos, um verdadeiro sinal para a sociedade. Toda a responsabilidade e beleza desse novo encargo do Cardeal Tempesta, mais do que simples ofício, é missão. Vamos interceder por ele?

Padre Omar é o Reitor do Santuário do Cristo Redentor do Corcovado. Faça perguntas ao Padre Omar pelo e-mail padreomar@padreomar.com. Acesse também www.padreomar.com e www.facebook.com/padreomarraposo

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia