Cariocas sofrem com a falta de energia por conta do vendaval

Diversos bairros ficaram sem energia em função da forte ventania registrada na cidade nesta quarta-feira

Por paulo.gomes

Rio - A forte ventania que atingiu o Rio durante a madrugada e manhã desta quarta-feira provocou falta de energia em diversos bairros. De acordo com a Light, por volta das 10h30, foi restabelecido o fornecimento de energia para um trecho do Leblon, na Zona Sul, após serem retirados os galhos que haviam caído sobre a rede elétrica, próximo a Rua Sambaíba.

GALERIA: Ventania derruba árvores e atrapalha a manhã do carioca

A companhia ainda trabalha para restabelecer a energia na região de Jacarepaguá e de outros bairros da Zona Oeste. Na Zona Sul, também há um registro de falta de luz próximo a Rua Benjamin Batista, no Jardim Botânico, devido à queda de uma árvore de grande porte sobre a fiação.

Funcionários da Prefeitura retiram a árvore que caiu na Lagoa Rodrigo de Freitas por conta da ventaniaFabio Gonçalves / Agência O Dia

A atuação de áreas de instabilidade mudou totalmente o tempo nesta quarta-feira. De acordo com o AlertaRio, rajadas de vento moderado, ocasionalmente forte, ocorrerão durante todo o dia de hoje. Às 7h, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou rajadas de ventos muito fortes (96,8 km/h) na estação do Forte de Copacabana, no bairro da Zona Sul da cidade. A forte ventania começou na madrugada, quando também foi registrada chuva.

Às 6h, houve registro de vento muito forte na estação meteorológica de Marambaia (86 km/h) e de vento forte em Santa Cruz (55 km/h), na Zona Oeste, de acordo com a Rede de Meteorologia do Comando da Aeronáutica (Redemet). Também no mesmo horário, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou ventos fortes em Copacabana (52 km/h).

Bombeiros recebem 40 chamados para cortes de árvores

Os ventos causaram a queda de cerca de 30 árvores em diversos pontos da cidade, segundo números do Centro de Operações da Prefeitura do Rio. No entanto, o Corpo de Bombeiros, recebeu 40 chamados para cortes de árvores, desde às 18h desta terça-feira, especialmente em bairros das Zonas Sul e Oeste, onde foram registradas rajadas com intensidade maior. Segundo os bombeiros, foram solicitados 18 cortes de árvores na Barra da Tijuca, 10 em Copacabana e Ipanema, oito no Jardim Botânico e quatro em Jacarepaguá.

Logo no início da manhã, na Barra da Tijuca, duas faixas da Avenida das Américas ficaram interditadas, próximo à Avenida Salvador Allende, no sentido São Conrado, devido à queda de uma árvore. O trânsito ficou lento no local.

Árvore caiu na Rua Santa Clara%2C em Copacabana%2C interditando a viaSeguidor %40lfmendonca

Na Lagoa, a Avenida Epitácio Pessoa ficou fechada por cerca de 30 minutos, no sentido Túnel Rebouças, em função da queda de outras árvores, na região do Parque da Catacumba e da Fonte da Saudade. Também houve queda de árvore na Avenida Borges de Medeiros, onde uma faixa ficou interditada, no sentido orla, na altura do Jardim de Alah; e na Avenida Alexandre Ferreira, que ficou fechada, na altura Rua Maria Angélica, sentido Avenida Borges de Medeiros. Um desvio pela Rua Maria Angélica foi implantado no local.

Em Copacabana, a Rua Tonelero foi interditada, na esquina da Rua Paula Freitas, e o tráfego foi desviado pela Rua República do Peru. Também foram fechadas a Rua Santa Clara, perto da Rua Tonelero, onde o tráfego foi orientado para a Rua Siqueira Campos, e a Rua Hilário de Gouveia, entre a Rua Barata Ribeiro e Avenida Nossa Senhora de Copacabana.

Em Ipanema, houve queda de árvore na Rua Prudente de Morais, próximo ao Mercado Zona Sul. Em Botafogo, o incidente aconteceu na Rua Mena Barreto, que foi interditada, na altura da Rua Real Grandeza. No local, o tráfego foi desviado pela Rua Voluntários da Pátria.

Em São Conrado, o problema foi registrado na Autoestrada Lagoa-Barra, onde uma faixa da via ficou fechada, no sentido Barra, na altura da Estrada da Gávea. Também houve interdição parcial da Estrada do Joá, no sentido Barra, na altura da Rua Iposeira, e na altura Rua Jornalista Costa Rego. No bairro, houve interdição de uma faixa da Estrada das Canoas, no sentido São Conrado, na altura da Rua Coronel Ribeiro Gomes.

Diversos bairros como Copacabana%2C Jardim Botânico%2C Botafogo entre outros tiveram árvores e placas derrubadas por conta da ventaniaFabio Gonçalves / Agência O Dia

Em Jacarepaguá, a Estrada do Campo da Areia, no Pechincha, ficou interditada, na altura da Rua Comendador Siqueira, onde o tráfego foi desviado. No Recreio dos Bandeirantes, a Avenida Lúcio Costa foi parcialmente interditada, no sentido Recreio, na altura do Posto 8. A via operou no sistema Pare e Siga.

No fim da manhã dessa quarta-feira, seguem interditadas, na Zona Sul, uma faixa da Rua Teixeira de Melo, na altura da Rua Barão da Torre, e trechos da Rua Barão da Torre, em Ipanema. Uma faixa está interditada na Estrada das Canoas, na altura do nº 1.747, sentido São Conrado. O mesmo acontece na Estrada do Campo da Areia, na altura Rua Claudino de Oliveira, no Pechincha, na Zona Oeste, onde o tráfego é desviado por esta rua e pela Rua Comendador Siqueira.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia