Chuvas na Zona Oeste fazem Rio entrar em estágio de atenção

Por conta do mau tempo, Aeroporto do Galeão opera com auxílio de instrumentos; no Santos Dumont, 11 voos foram cancelados

Por paulo.lima

Rio - A cidade do Rio de Janeiro voltou a entrar em estágio de atenção, que é o segundo de uma escala de três níveis, às 11h55 desta segunda-feira, devido às chuvas registradas em bairros da Zona Oeste nesta manhã. Além disso, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou, nesta tarde, forte rajada de vento na estação Forte de Copacabana: 82,4 km/h.

Devido ao mau tempo, o Aeroporto Internacional do Galeão está operando com auxílio de instrumentos. Porém, a chuva e os ventos não provocaram cancelamentos de voos. Segundo a Infraero, houve 9 registros de atrasos no terminal. Já no Santos Dumont, que continua operando normalmente pelo visual, 11 voos foram cancelados. Foram registrados ainda 26 atrasos ao longo do dia. 

Segundo informações do Alerta Rio, choveu forte forte pela manhã nos bairros de Santa Cruz (17,8mm), Sepetiba (15,6mm) e Guaratiba (12,4mm). Houve também registro de chuva forte em Jacarepaguá, Pedra de Guaratiba, Bangu, Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes, todos na Zona Oeste.

LEIA MAIS: Forte chuva faz Rio de Janeiro entrar em Estágio de Atenção

O Centro de Operações da prefeitura alerta ainda para a possibilidade de pancadas de chuva moderadas a fortes, em diversos pontos da cidade do Rio, acompanhadas de rajadas de vento e trovoadas para o início da noite.

No fim da manhã, seguidores de O DIA 24 Horas (@odia24horas), relataram o caos na Zona Oeste. "Santa Cruz parece noite, relâmpagos, nuvens pesadas e ventos", relatou o seguidor Leandro (@lenadromunizcta).

Queda de galho na Niemeyer causa lentidão no trânsito

Apesar das ocorrências na Zona Oeste, a chuva atingiu também outras regiões. De acordo com o Centro de Operações, choveu no Alto da Boa Vista, na Zona Norte, e no Vidigal, na Zona Sul, onde ventou forte também. A ventania chegou a provocar a queda de um galho de árvore na Avenida Niemeyer, na altura da comunidade, por volta das 13h30.

Por conta do incidente, a via funcionou no sistema de 'Pare e Siga' por mais de três horas. Apenas às 17h17 a via foi totalmente liberada. Mas, segundo o Centro de Operações, ainda há pontos de lentidão no trecho no fim desta tarde.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia