Rua da polêmica em Nova Iguaçu

Shopping paga à prefeitura R$ 200 mil por trecho da via. Preço de mercado é R$ 4 milhões

Por bianca.lobianco

Rio - Duzentos mil reais e uma troca de bens público e privado. Este foi o acordo feito entre o Top Shopping e a Prefeitura de Nova Iguaçu para que parte da Rua Francisco Ferreira passasse a fazer parte da área de ampliação do centro comercial. Um trecho de 946 metros quadrados da rua foi fechado para o trânsito no dia 29 de setembro e vai sumir do mapa da cidade.

Um novo trecho da Rua Francisco Ferreira já está sendo aberto e deverá ser inaugurado até o fim de novembro. Segundo o secretário municipal de Urbanismo, Giovanni Guidone, a extensão da nova rua terá 240 metros. Ainda de acordo com ele, o quilômetro de rua construído em Nova Iguaçu pode custar até R$ 3 milhões. Sendo assim, a obra custaria cerca de R$ 720 mil ao shopping.

Este trecho%2C de 946 metros quadrados%2C da rua vendida por R%24 200 mil ao Top Shopping pela prefeitura%2C desaparecerá do cenário de Nova IguaçuAlexandre Vieira / Agência O Dia

Somada aos R$ 200 mil que serão investidos na construção e reforma de equipamentos públicos, a quantia não chega perto do valor de mercado estipulado por algumas das principais imobiliárias da cidade. “Pelos nossos cálculos, uma área de 946 metros quadrados ali custaria R$ 1,892 milhão”, afirma Rosângela Manhães, corretora da Jua Empreendimento Imobiliário.

Diretor comercial da Orion Imobiliária, Silvio Ferreira vai além. “O terreno valeria R$ 3 milhões, mas com a ampliação do shopping e a consequente valorização do metro quadrado naquele ponto, o preço poderia chegar a R$ 4 milhões”, garante.

O acordo foi publicado no Diário Oficial de 14 de maio de 2009, ainda durante a gestão do então prefeito Lindbergh Farias. Apesar da diferença de valores, Giovanni Guidone afirma que os cofres públicos não serão prejudicados. “Com a duplicação, haverá geração de empregos diretos e indiretos. Além disso, a prefeitura terá maior arrecadação de tributos como ICM, ISS e IPTU e isso trará benefícios para a cidade”, explica o secretário.

Ele garante também que a mudança da rua não afetará o trânsito da Avenida Governador Roberto Silveira, uma das mais movimentadas da cidade. “Pedimos um estudo de contagem de veículos em horário de pico e vimos que o fluxo na Rua Francisco Ferreira é muito pequeno. Praticamente só passa por ela quem vai ao shopping.”

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia