Papelarias parcelam em 10 vezes

Ainda há tempo para garimpar livros, cadernos e acessórios

Por aline.cavalcante

Baixada Fluminense está em ritmo de volta às aulas, que começam em 1º de fevereiro em toda a região, tanto nas redes municipais de ensino quanto nas escolas particulares. Como elas ainda não começaram, agora é a hora de comprar o material escolar, pois as grandes papelarias estão com promoções especiais, munidas das listas de material de todas as instituições de ensino.

Funcionárias da Yan Livros estão a postos para atender à clientelaEstefan Radovicz / Agência O Dia


Mas nem tudo é festa. Com a inflação acumulada nos últimos doze meses de aproximadamente 10,6%, segundo o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) divulgado mensalmente pela Fundação Getúlio Vargas, os comerciantes do ramo precisaram usar a criatividade para fazer boas ofertas.

Este é o caso da principal rede de livrarias da Baixada, a Yan Livros, com cinco filiais na região: Nova Iguaçu 1 (Rua Governador Portela, 1100 Centro, tel.: 2668-3601), Nova Iguaçu 2 (Av. Ministro Edgar da Costa 116, Centro, tel.: 2797-3200), São Joao de Meriti 1 (Rua São João Batista 163, Centro, tel.: 2656-4575), São João de Meriti 2 (Rua Gessyr Gonçalves da Fonte 192, Centro, tel.: 3754-1608) e Nilópolis (Rua Getúlio de Moura 1755, Centro, tel.: 2791-1017).

Lá os pagamentos do material escolar podem ser parcelados em até 10 vezes. “Semanalmente fazemos pesquisas de mercado, para mantermos nossos preços como os mais em conta da região. Como a procura de material escolar é muito grande nessa época de ano, esses produtos têm de ser repostos toda semana e por isso sofrem aumento. Por essa razão, é bom comprar logo o material escolar da criançada”, aconselha Yan Ramalho, proprietário da rede.

Outras papelarias, como a Prolar, tiverem que manter os preços do ano passado.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia