Pacientes recebem atendimento humanizado em Nova Iguaçu

Profissionais da rede municipal de saúde terão capacitação para atender os pacientes dos programas de Saúde Mental

Por helio.almeida

Rio - Humanizar e oferecer melhor tratamento aos pacientes com problemas mentais. Essa é a proposta da Prefeitura de Nova Iguaçu, que iniciou cursos de capacitação para os 50 cuidadores em Saúde Mental aprovados no último processo seletivo realizado pela Semus. A ideia é qualificar e capacitar os cuidadores para que possam atender os moradores que residem em uma das cinco Residências Terapêuticas instaladas no município.

Profissionais receberão capacitação para atendimento humanizadoDivulgação

A capacitação da primeira turma começou no início do mês com quatro módulos e abordagem de vários temas.

“A qualificação dos profissionais que atuam na área da saúde é fundamental para que possamos oferecer mais qualidade no atendimento, em especial aos moradores dessas residências terapêuticas que precisam de uma atenção diferenciada”, garante o secretário de Saúde de Nova Iguaçu, Luiz Antônio Teixeira Júnior.

O Serviço Residencial Terapêutico é um programa do governo federal que visa à reintegração dos pacientes internados em clínicas e hospitais psiquiátricos por muitos anos. Esses pacientes são retirados das unidades e passam a morar em Residências Terapêuticas, com uma estrutura física e rotina semelhante à de uma casa normal. Os “moradores” são tratados de forma a buscar a desinstitucionalização e a reintegração efetiva, quando possível, ao núcleo familiar.

O município de Nova Iguaçu possui cinco Residências Terapêuticas: três unidades em Tinguá, uma no bairro de Monte Líbano e outra no bairro do Rancho Novo. A meta é de que, até o final do ano, outras três residências sejam incluídas no programa. Atualmente, 39 moradores estão inseridos no SRT de Nova Iguaçu. Nas residências, eles participam de diversas atividades em grupo, assistem televisão, filmes e fazem passeios em locais públicos, como teatro e zoológicos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia