Municípios travam luta para combater abusos a crianças

Vídeo de sexo oral entre estudantes de Campos, divulgado pelo celular, é investigado

Por thiago.antunes

Rio - Um vídeo em que uma estudante de 14 anos aparece fazendo sexo oral com um colega, também menor de idade, na Praça do Liceu de Humanidades, um dos colégios mais tradicionais de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, chocou a população da cidade.

As imagens foram distribuídas na internet, por meio do aplicativo Whatsapp, e viraram caso de polícia, que será investigado também pelo Ministério Público. O episódio chamou a atenção na semana em que várias prefeituras do estado, como Campos, Petrópolis, Itaboraí, Volta Redonda e Casimiro de Abreu, realizam campanhas pelo Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes (18 de maio).

Considerado pornografia e ato obsceno pela polícia, o caso foi classificado como pedofilia pela Fundação Municipal da Infância e da Juventude (FMIJ) de Campos, que ontem apresentou uma denúncia à Terceira Promotoria de Justiça da Infância e Juventude. Durante toda a semana a FMIJ promove ações de combate à pedofilia. A campanha, com panfletagem e palestras em diversos bairros, será encerrada amanhã, com um seminário.

Pornografia infantojuvenil é um dos alvos de campanha%2C que acontece amanhã em Casimiro de AbreuDaniel Castelo Branco / Agência O Dia

Em Petrópolis, na Região Serrana, será lançada a Cartilha do Plano Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes, hoje, às 19h, no Palácio de Cristal. No sábado, a campanha será levada ao Terminal de Itaipava. A cidade estuda a criação de um Disque 100 Municipal, para receber denúncias de crimes contra crianças e adolescentes.

Em Itaboraí, haverá distribuição de panfletos e cartazes nos semáforos, nas secretarias municipais, em escolas e durante os desfiles cívicos nos bairros Itambi, Visconde, Manilha e Apolo. Segundo dados do Conselho Tutelar do município, foram confirmados 63 casos de violência e abuso sexual em 2013. Até abril deste ano já foram registrados 21 casos, a maioria envolvendo jovens de 12 a 17 anos e no âmbito familiar.

“Temos que incentivar o público a falar para os professores e os pais, para denunciar e evitar abusos”, disse Ronaldo Veiga, subsecretário municipal de Atenção Básica. Em Volta Redonda e Casimiro de Abreu, conforme O DIA antecipou no sábado, as ações alertam especialmente para o crescimento da pornografia infantojuvenil na internet, o chamado “estupro virtual”. A Prefeitura de Casimiro lança amanhã, na praça da cidade, campanha para conscientizar sobre a gravidade dos compartilhamentos e “curtidas” de conteúdos íntimos pela internet e celulares.

Menores são ouvidos em delegacia

Na segunda-feira, oito estudantes do Liceu de Campos — um deles de 18 anos — que tinham um vídeo de sexo oral de dois colegas armazenado no celular foram levados à 134ª DP para prestar depoimento, depois que a delegada Natália Patrão esteve na escola para investigar o caso, junto com a PM e o Conselho Tutelar.

O maior foi preso em flagrante e indiciado no artigo 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente, que corresponde a “adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente”. Ele foi liberado após pagar fiança de R$ 241,33. Os demais foram indiciados por fato análogo a esse crime e liberados.

A menor foi ouvida no Conselho Tutelar. Os outros dois adolescentes envolvidos diretamente no vídeo — o que filmou e o que foi flagrado — serão autuados em fato análogo a Ato Obsceno em Local Público, crime previsto no artigo 233 do Código Penal. A adolescente também poderá responder no artigo 241 B, já que teria consentido o ato. Depois da divulgação das imagens, os jovens desativaram suas páginas nas redes sociais.

Bienal de Campos

O cantor Martinho da Vila vai participar amanhã da abertura da 8ª Bienal do Livro de Campos dos Goytacazes. A maior feira literária do interior do estado, que reúne 15 editoras e livrarias, acontecerá no Centro de Eventos Populares Osório Peixoto (Cepop) até o dia 25, das 10h às 22h, com lançamentos de obras e diversas atividades. A entrada é gratuita.

Teatro de Macaé

Com normas de segurança e outras adequações atendidas, o Teatro Municipal de Macaé reabre as portas amanhã com o espetáculo sensorial ‘Tempo de Mar’, que traz os atores Nathalia Timberg, Du Moscovis, a cantora Zélia Duncan, o cartunista Andre Dhamer e a bailarina Carolina Bianchi. Para o grande público, começa no sábado o projeto Viva Teatro, com a peça ‘Ciúme’, às 19h, trazida pelo Sated RJ, e show da cantora Alcione, às 21h, ambos com entrada franca.

Anima Terê

Anima Terê, o Festival de Animação, Cultura e Tecnologia de Teresópolis, vai até amanhã, no Ginásio Poliesportivo Pedro Jahara, o Pedrão, com entrada liberada para estudantes. A bicicleta que gera energia elétrica é uma das atrações do evento, que tem oficinas de animação, exposições de ciências, jogos e equipamentos interativos.

Expo em Friburgo

Exposições comemorativas à chegada dos colonos suiços e alemães em Nova Friburgo podem ser vistas na Usina Cultural Energisa (Praça Getúlio Vargas 55, Centro). A visitação é gratuita e vai até o dia 30 de maio, de terça-feira a sábado, das 13 às 18h.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia