Joias do Rio: Memória do assalto ao trem pagador

SuperVia quer concluir restauração de casarão em Japeri, perto de onde ocorreu crime célebre

Por thiago.antunes

Rio - A cidade de Japeri, na fronteira da Baixada com a Serra, tem os piores índices sociais do estado. Entre as carências abissais está a falta de espaços de cultura, que pode começar a ser suprida quando a SuperVia concluir a restauração deste casarão, inaugurado em 1860. Cem anos depois, perto dali ocorreu o célebre assalto ao trem pagador, tema da consagrada obra do cinema nacional. Amado pelos moradores, o prédio em estilo europeu está no brasão do município.

Memórias do assalto ao trem pagadorAziz Filho / Agência O Dia

O prefeito Timor lamenta a lentidão nas obras da SuperVia. “Passou da hora de devolverem este patrimônio aos moradores de Japeri. Parece que a gente só serve para pagar passagem de trem”, protesta o prefeito. O local, segundo a SuperVia, está entre os espaços históricos que serão revitalizados, como foi a estação de Marechal Hermes. O projeto prevê o remanejamento dos sistemas de sinalização e energia locais, com custo de R$ 2 milhões e dois anos para execução. Até lá, é só tapume.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia