Blocos de rua crescem no interior do estado

Pesquisa estima público de 3,6 milhões de foliões nas ruas durante o carnaval

Por vinicius.amparo

Rio - Não é só na capital que a procura por blocos de rua vem aumentando. Em pesquisa realizada pela Secretaria Estadual de Turismo, o número de blocos em cidades do interior e do Leste Fluminense cresceu 16,9% entre 2014 e 2015. De acordo com a pesquisa, o público estimado para os blocos e desfiles de escolas de samba nestas regiões, entre moradores e visitantes, é de 3,6 milhões de pessoas.

Em 2014, foram registrados 444 blocos nas cidades pesquisadas. Este ano, a programação atingiu o recorde de 519 blocos. "Percebemos o aumento da demanda em função da elevação no número de reservas em hotéis e pousadas. Cidades litorâneas, como Búzios, Angra dos Reis e Cabo Frio já estão com a maioria dos quartos lotados. A proposta do Estado é ampliar o porte dos festejos, mas de forma profissional, com planejamento, a fim de se refletir em desenvolvimento do comercio local e no número de empregos formais e informais", explica o secretário estadual de Turismo, Nilo Sérgio Félix.

A Setur/TurisRio pesquisou 23 municípios com tradição em carnaval de rua. Com 63 blocos programados, Mangaratiba aparece como campeã no número de blocos este ano. Mas o líder em número de público estimado nas ruas foi Cabo Frio, que espera arrastar um milhão de pessoas entre os dias 7 e 22 de fevereiro.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia