Porto do Açu já recebeu R$ 7,6 bilhões em investimentos, aponta levantamento

Montante foi aplicado na infraestrutura do empreendimento; empresas que estão instalando unidades no porto já investiram mais R$ 2,7 bilhões

Por vinicius.amparo

Rio - Foi divulgado pela Prumo Logística nesta última quarta-feira (25), o resultado de trabalho do ano de 2014. Neste último ano, foram investidos R$ 1,9 bilhão no Porto do Açu. Somando o investimento realizado desde 2007, já foram aplicados R$ 7,6 bilhões no empreendimento. Deste montante, R$ 4,9 bilhões foram investidos pela Porto do Açu Operações (subsidiária da Prumo Logística), e R$ 2,7 bilhões pela Ferroport e pela Anglo American. Os valores não contabilizam os juros capitalizados. Quando consideramos os investimentos de R$ 2,7 bilhões anunciados pelos clientes que estão se instalando no Porto do Açu, este valor alcança R$ 10,3 bilhões.

“Com o início das operações e a estrutura de capital reforçada, acreditamos que 2015 será o ano para consolidar o Porto do Açu como a melhor alternativa para ajudar nossos clientes a reduzir custos e solucionar seus problemas. Em 2014 avançamos significativamente na implantação da infraestrutura básica do Porto. Isso possibilitou que, neste ano, iniciemos um novo ciclo de investimentos que compreenderá, principalmente, o desenvolvimento de novos terminais para movimentação de petróleo, cargas de projeto e granéis sólidos, além da expansão da infraestrutura do Distrito Industrial para atender a novos clientes”, afirma Eduardo Parente, presidente da Prumo.

Segundo o levantamento, em 2014, foram investidos R$ 1,9 bilhão no Porto. Deste total, R$ 1,41 bilhão (não incluindo juros capitalizados) foram aplicados, principalmente, nas obras do Terminal 2 (T2), como o quebra-mar, dragagem do canal, construção do cais e do Terminal Multicargas – TMULT. Outros R$ 690,5 milhões (não incluindo juros capitalizados) foram investidos no desenvolvimento do projeto de minério de ferro, localizado no Terminal 1 (T1), incluindo quebra-mar, dragagem, Linha de Transmissão, entre outros.

No ano, a Prumo apresentou receita líquida de R$ 144,5 milhões. O incremento verificado em relação a 2013, quando a receita líquida foi de R$ 56 milhões, refere-se principalmente aos novos contratos assinados ao longo de 2014 e ao início das operações da Ferroport com movimentação de minério de ferro. O montante inclui o contrato de take or pay com a Anglo American no valor de R$ 72,6 milhões e o aluguel de áreas para clientes no valor de R$ R$ 71,9 milhões.

A Companhia fechou o ano com um saldo em caixa e equivalentes de R$ 646,7 milhões e com endividamento de R$ 3,2 bilhões, incluindo os juros e atualização monetária. O prejuízo líquido em 2014 foi de R$ 47,6 milhões, contra R$ 135,8 milhões em 2013.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia