Resende tem redução de casos de dengue

Cidade já tem cinco mortes causadas pela doença confirmadas este ano. Superintendente de Epidemiologia aprovou ação da Prefeitura no controle da epidemia

Por vinicius.amparo

Resende (RJ) - Uma reunião entre o secretário municipal de Saúde, Daniel Brito, e o superintendente estadual de Vigilância Epidemiológica e Ambiental, Alexandre Chieppe levaram mais tranquilidade à Resende, no Sul Fluminense. O encontro serviu para o estado e o município realizarem um balanço das ações e tentar constatar se os métodos foram eficazes, e foram. A cidade já vinha sofrendo com o problema desde o início do ano: cinco mortes já foram confirmadas.

"Desde o início do surto que acompanhamos este trabalho em Resende. Semanalmente, nossos técnicos estão na cidade para constatar os desdobramentos do trabalho. A partir de agora, o número de casos de dengue deve continuar caindo, mas o importante é que permaneçamos atentos", alerta Alexandre Chieppe.

Segundo números divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde, em fevereiro deste ano foram notificados 3.487 casos e, até o dia 26 de março, os números haviam chegado a 2.865, o que representa uma redução de cerca de 20 por cento dos casos.

Também durante o encontro, os representantes do Estado e do Município definiram que novas medidas para o combate da dengue em Resende ,a serem realizadas em parceria. Entre elas, uma grande campanha de conscientização junto à população, para fortalecer a importância de cada morador neste processo.

Para o secretário municipal de Saúde, Daniel Brito, a reunião serviu para atestar a conformidade das medidas tomadas pelo Município no combate à doença, e que isso está refletindo na normalização do atendimento.

"Houve um momento crítico da epidemia. Mas, agora, as equipes dos centros de hidratação criados na UPA, no Hospital de Emergência e no PSF da Cidade Alegria estão ainda mais qualificados para atender a população", garantiu Brito.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia