Mais Lidas

Moro terá que achar 'meio-termo'

Por

O juiz federal Sérgio Moro encaminhou ontem à Justiça Federal da 4ª Região ofício no qual informa que pretende pedir sua exoneração em janeiro, "logo antes da posse do novo cargo". Moro será o ministro da Justiça do governo Jair Bolsonaro.

O presidente eleito disse ontem, em entrevista, que deu "carta branca de 100%" para o seu futuro ministro da Justiça e Segurança Pública, mas que em situações de discordância, eles terão de chegar a um "meio-termo". Como exemplo, citou a questão da redução da maioridade penal, que defende, e a flexibilização do Estatuto do Desarmamento, e disse que elas não serão deixadas de lado mesmo que Moro pense de forma oposta.

"Naquilo que nós somos antagônicos, vamos buscar o meio-termo. Sou favorável à posse de arma; se a ideia dele for o contrário, tem que chegar a um meio-termo", afirmou.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários