Mais Lidas

PGR e presidente eleito apressam caso Battisti

Por

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu ontem ao Supremo Tribunal Federal (STF) que dê preferência ao julgamento do processo que trata de uma possível extradição de Cesare Battisti.

No ano passado, a defesa do italiano entrou com pedido no STF para que fosse declarada a impossibilidade de revisão da decisão de não extraditá-lo, o que chegou a ser ventilado pelo presidente Temer.

Em entrevista à TV Band, ontem, o presidente eleito Jair Bolsonaro disse que está disposto a fazer "tudo o que for legal" para realizar "imediatamente" a extradição de Battisti, condenado à prisão perpétua em seu país.

O embaixador da Itália no Brasil, Antonio Bernardini, encontrou-se ontem com Bolsonaro, com quem disse ter discutido a situação. O ex-guerrilheiro foi condenado por supostos assassinatos cometidos na década de 1970.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários