Curso online gratuito 'vacina' eleitores contra notícias falsas

Bem-humorada, plataforma 'Vaza, Falsiane!' ensina com linguagem popular a identificar fake news

Por FRANCISCO EDSON ALVES

Aula da plataforma é apresentada pelo youtuber Iberê Thenório
Aula da plataforma é apresentada pelo youtuber Iberê Thenório -

RIO - Apartidário e batizado de 'Vaza, Falsiane!', um curso online qualquer pessoa pode acessar gratuitamente , lançado no início do mês, já é uma das ferramentas mais importantes para o cidadão identificar as fake news (notícias falsas), tidas por especialistas como uma das maiores ameaças às próximas eleições, em outubro. A plataforma www.vazafalsiane.com foi criada pelos professores de Jornalismo Ivan Paganotti (Fiam-Faam), Leonardo Sakamoto (PUC-SP) e Rodrigo Ratier (Cásper Líbero), com patrocínio do Facebook.

Presidente da ONG Repórter Brasil, da campanha #SomosLivres, contra o trabalho escravo, Leonardo Sakamoto frisa que além do viés político e educativo, o novo canal oferece abordagem popular, com design que fala a língua das redes sociais. A apresentação é do youtuber Iberê Thenório, do canal Manual do Mundo, que tem dez milhões de seguidores. O curso conta ainda com vídeos de Monja Coen, que aposta no diálogo não-violento para soluções de conflitos.

"Apesar de ser voltado para o público em geral, o curso, leve e bem-humorado, visa alcançar principalmente os jovens e docentes da educação básica e universitários", detalha Sakamoto. Ele acrescenta também não ter dúvida de que as eleições serão marcadas por manipulação de informações. "Só não imaginamos ainda em que proporção", confessa.

Sakamoto, porém, destaca que o curso dispõe de ferramentas para que as pessoas analisem de forma consciente as informações que consomem diariamente e que hoje são tratadas como "verdadeiras armas de guerra, por quem detém opiniões divergentes".

"A ideia é fazer com que as pessoas passem a se sentir responsáveis ao publicar e compartilhar conteúdos, especialmente pelo WhatsApp", detalha Sakamoto. O curso tem 11 vídeos, 16 testes online, quatro galerias de imagens e farto material didático, que também pode ser baixado para ser lido offline ou impresso como um livro de 188 páginas. O tempo estimado para o curso, que fornece até certificado, é de 10 horas, podendo ser cumprido pausadamente. O 'Vaza, Falsiane!' também tem perfil no Facebook: facebook.com/cursovazafalsiane.

Como checar veracidades

O 'Vaza, Falsiane!' define notícias falsas e como ela se relaciona a um fenômeno mais amplo o da desinformação. Trata sobre a liberdade de expressão, censura prévia e as responsabilidades que a liberdade desencadeia.

A plataforma avalia o poder relativo dos meios de comunicação quando tentam influenciar a opinião pública. Discute as diferentes escalas na régua entre a 'verdade' e a 'mentira', e o que leva alguém a criar ou compartilhar informações sem fundamentação e por quais motivos seu consumo é tão fácil e rápido.

Mostra a importância da responsabilidade e traz 'antídotos' de como apurar um fato e como isso é fundamental para garantir uma informação confiável.

"Ensina como checar informações por conta própria. Discute como garantir que os relatos e opiniões estejam bem fundamentados, e mostra condições para que as trocas de ideias sejam conversas produtivas mesmo que não se concorde com o interlocutor", destaca Leonardo Sakamoto.

Segundo o Comitê Gestor da Internet, no início de 2014, 21,7% dos domicílios tinham acesso a 3G ou 4G. Em 2017, 116 milhões de brasileiros já estavam conectados, a maioria entre 18 e 24 anos. Hoje, 85% dos jovens eleitores usam internet.

Galeria de Fotos

Aula da plataforma é apresentada pelo youtuber Iberê Thenório Divulgação
Fake News curso Divulgação
Fake News curso Divulgação
Curso na web ensina, com bom humor, a identificar fake news Reprodução
Curso online ensina a identificar notícias falsas usando bom humor Reprodução

Comentários