Nova Iguaçu inaugura vila olímpica reformada

Complexo esportivo conta até com uma pista de atletismo com tecnologia alemã. Município, que já busca talentos em competições de xadrez e handebol, começa a organizar jogos estudantis

Por Herculano Barreto Filho

Vila olímpica de Nova Iguaçu
Vila olímpica de Nova Iguaçu -

A vila olímpica de Nova Iguaçu, enfim, vai voltar a funcionar. A área, que passou por uma reforma de R$ 1,5 milhão, foi reinaugurada na quarta-feira num evento que contou com a presença até do ministro do Esporte, Leandro Cruz Fróes da Silva. Mas as atividades só vão recomeçar a partir desta segunda-feira. O local conta com uma nova pista de atletismo, campo de futebol com grama sintética, quadra poliesportiva, rampas de acessibilidade, arquibancadas, quadra de areia, novos vestiários e até uma academia voltada para pessoas da terceira idade. As atividades vão ocorrer de segunda a sexta-feira, das 6h às 21h. Aos sábados, o espaço vai ficar aberto das 6h às 18h. E, aos domingos, das 6h às 13h.

A reforma foi tema da coluna na edição de 3 de junho deste ano. A ideia é oferecer uma infraestrutura para que a delegação de Nova Iguaçu lute por mais um título dos Jogos da Baixada. E, também, para sediar uma das etapas do evento em 2019. De preferência, nas provas de atletismo, já que o complexo esportivo agora conta com uma pista preparada com tecnologia alemã. "Agora, esse espaço está com cara de vila olímpica. Antes, só tinha um campo de futebol. Hoje, temos todos os equipamentos para oferecer em diversos esportes olímpicos", argumentou Alexandre Batista, secretário de Esporte e Lazer.

Vale lembrar que o município conquistou o troféu dos Jogos da Baixada neste ano pela oitava vez, após uma virada surpreendente na última rodada. E a preparação para a edição de 2019 já começou.

No dia 18 deste mês, ocorreu a primeira etapa do torneio de xadrez da Olimpíada de Matemática. O evento contou com a participação de 320 atletas de 25 escolas municipais. No dia 19, a equipe de handebol conquistou a medalha de ouro no torneio da modalidade, disputado no Sesc de São João de Meriti. O elenco de atletas foi formado graças a uma parceria com o Colégio Vila de Cava. Na quinta-feira, foi organizado um congresso técnico para definir os detalhes dos jogos estudantis do município. O evento, que não ocorria desde 2015, vai servir para formar a base da equipe para o maior evento socioesportivo da Baixada Fluminense.

JOGOS ESCOLARES EM MAGÉ

Enquanto isso, Magé já começou a observar atletas. Na quinta-feira, alunos da rede municipal participaram da segunda etapa de atletismo dos Jogos Escolares. Na edição do ano passado, o evento revelou João Vitor Cassimiro, da Escola Municipal Vereador Geraldo Ângelo, que levou a medalha de prata no arremesso de peso dos Jogos da Baixada deste ano. Em dezembro, o município vai sediar a sétima edição da Copa Magé de Handebol.

Comentários