Municípios se preparam para os Jogos da Baixada de 2019

Caxias deu início aos jogos estudantis, competição que mobiliza 6 mil alunos de 46 escolas. Nova Iguaçu, Mangaratiba e Belford Roxo também apostam na formação de jovens

Por Herculano Barreto Filho

Medalhando na Escola, em Belford Roxo
Medalhando na Escola, em Belford Roxo -

Os municípios da Baixada continuam a trabalhar em meio a uma contagem regressiva para os Jogos da Baixada de 2019. O momento é de captação de talentos para formar as delegações. Os jogos estudantis de Duque de Caxias começaram há duas semanas na vila olímpica do município, com as disputas no futsal. A competição reúne 46 escolas e deve mobilizar 6 mil atletas até novembro deste ano. O evento deve servir como uma espécie de 'peneira' para a formação da equipe que vai buscar a retomada da hegemonia nos Jogos da Baixada no ano que vem. Maior campeão da história do evento, com 13 títulos, Caxias ficou apenas em 3º lugar neste ano, atrás de Nova Iguaçu e Queimados.

Aliás, os atuais campeões também já traçam os últimos detalhes para a sua competição estudantil. Na próxima terça-feira, será o congresso técnico para o evento de Nova Iguaçu. Enquanto isso, profissionais de Educação Física que fazem parte da delegação do município nos Jogos da Baixada capacitam profissionais da área e organizam oficinas nas escolas da rede pública. A ideia é formar uma equipe forte para buscar o segundo título seguido. Nova Iguaçu conta com oito conquistas no evento. Os jogos escolares de Mangaratiba começam a partir de 3 de outubro. O município, que só disputou as duas últimas edições dos Jogos da Baixada, está se mobilizando e quer surpreender os favoritos.

BELFORD ROXO CORRE POR FORA

Belford Roxo, que também corre por fora na competição, aposta forte na formação neste ano. Recentemente, o município capacitou estudantes e profissionais de Educação Física em atuação na rede pública. Há uma semana, o Ciep Cláudio Coutinho, no Barro Vermelho, sediou a segunda edição do programa 'Medalhando na Escola', com aulas de modalidades esportivas. Mais de 300 jovens participaram das atividades, que tiveram o objetivo de captar alunos para a vila olímpica e ainda selecionar talentos para os Jogos da Baixada. "O projeto leva uma reflexão sobre a prática da atividade física e apresenta modalidades esportivas para os alunos", diz Mauricio Fidélis, secretário municipal de Esporte e Lazer.

Comentários