João Carlos Martins numa tela perto de você sábado

Aos 80 anos, artista já lendário faz live gratuita com jovens alunos

Por O Dia

Artista volta a tocar piano com luvas extensoras
Artista volta a tocar piano com luvas extensoras -

Neste sábado, o público poderá assistir no conforto do lar uma apresentação do maestro e, agora novamente, pianista João Carlos Martins. Junto com a Orquestra Bachiana SESI-SP Martins realiza live especial viabilizada através da Lei de Incentivo à Cultura - Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo - e parte do projeto de democratização da música clássica empreendido por Martins e sua Fundação Bachiana há 15 anos. Com transmissão gratuita e seguindo os protocolos da Organização Mundial da Saúde, o concerto acontece em 22 de agosto e será transmitido nos canais do Banco Honda e do Maestro João Carlos Martins no YouTube e Facebook. Nesta noite única, João Carlos Martins assume o piano, que voltou a tocar com os dez dedos com a ajuda das luvas extensoras criadas pelo designer Ubiratan Bizarro, com o Libertango, de Astor Piazzolla, a inesquecível Yesterday, de Paul McCartney, lançada no álbum Help!, do Beatles, em 1965, e Love of My Life, canção de Freddie Mercury, parte do álbum A Night at the Opera, lançado em 1975 pela banda de rock britânica Queen.

"O concerto fala sobre juventude. Vocês devem até estranhar este velho maestro falando sobre juventude, mas o que eu quero mostrar é o poder que a música me trouxe. Com ela eu me reinventei e superei todos os limites da vida e é com ela que seguirei por mais 20 anos de muito trabalho, dedicação às artes e com este espírito jovem", afirma João Carlos. A noite começa com Cavalleria Rusticana: Intermezzo, de Pietro Mascagni, considerada uma das primeiras composições do realismo operístico italiano. Três jovens que cruzaram sua trajetória, o jovem pianista Davi Campolongo, seu único aluno, o tenor Jean William e o violinista Lucas Farias completam a Bachiana neste concerto especial.

Campolongo executará o Concerto para Piano e Orquestra nº 1 op.23, de Tchaikovsky e Somewhere Over the Rainbow, "música que fala muito sobre o espírito de ser jovem, algo que jamais podemos deixar morrer", diz o maestro. Jean William soltará sua voz em um clássico da cinematografia mundial, Singin' in the Rain, de Arthur Freed e Nacio Herb Brown, tema do filme homônimo dirigido e protagonizado por Gene Kelly, no enérgico tango Por Una Cabeza, composto em 1935 por Carlos Gardel e Alfredo Le Pera, Bridge Over Trouble Water, sucesso de Paul Simon e Art Garfunkel, e em My Way, versão eternizada por Frank Sinatra para a canção francesa Comme d'habitude, de Claude François. Já o violinista Lucas Farias, de 15 anos e acompanhou o maestro em Nova York, empresta seu talento a "Ladies in Lavander".

Comentários