Por O Dia

Até 2010, no cenário das festas e eventos era muito improvável um DJ ser mais conhecido que um MC. E, num mercado como esse quase todo dominado pelos homens, como Dennis DJ, Rennan da Penha e FP do Trem Bala, uma mulher tem ganhado destaque pelo seu talento, beleza e ousadia: Victoria Nobre Bardavid, de 22 anos, mais conhecida como DJ Vick.

Natural de Niterói, a moça começou a carreira musical em setembro de 2016, tocando em diversas boates de nome no Rio de Janeiro e se apaixonou pela profissão. O sucesso foi tão grande que ela foi convidada para comandar as picapes do programa 'Pra Todas Elas', da FM O Dia, todas as sextas-feiras às 22h:

"Quando eu fiz 16 anos, resolvi trabalhar. Sempre fui uma pessoa apaixonada por arte, cultura. Conversando com familiares e amigos, descobri que puxei ao meu avô Isaac Bardavid (ator e um dos maiores dubladores do Brasil) e que nasci pra ser artista", revela ela.

Em janeiro de 2017 DJ Vick engravidou da pequena Maya, hoje com 3 anos. Para se dedicar integralmente à maternidade, a DJ interrompeu sua carreira, voltando a trabalhar quase um ano depois do nascimento da primogênita.

"Foi um mix de emoção, eu era mãe de primeira viagem, tinha acabado de terminar meu casamento e precisava conduzir a minha vida com responsabilidade. Mas a Maya é a luz da minha vida e por ela eu encontrei força e coragem para continuar. Minha vida é ela e depois o meu trabalho", conta a DJ, que mora com a filha e recebe o auxílio da mãe quando precisa se ausentar para tocar.

A dedicação ao trabalho trouxe resultados significativos para Vick, o hit 'Minha Fechamento', com o MC Niel, teve mais de três milhões de reproduções nas plataformas de streaming: "Acredito que o amor, a humildade e o comprometimento com tudo que a gente se propõem em fazer é a fórmula do sucesso. Cedo ou tarde o reconhecimento vem. Deus nos prepara para os propósitos. Estou feliz demais com tudo que está acontecendo", revela a DJ.

Dona do bordão "A braba é ela", a jovem acabou de lançar o hit 'Bem Gostoso', em parceria com o produtor e também DJ Felipe Rosa: "Eu queria lançar uma música bem dançante e que tivesse a minha cara, já era fã do Felipe Rosa, pois ele produziu uma das minhas músicas preferidas e, do nada, ele me chamou para o feat. Não pensei duas vezes (risos). Eu queria um clipe com uma pegada sexy, sem vulgaridade. Algo diferente, com muita cor e dança. Conseguimos! Eu amei o resultado!", confessa ela.

E vocês acham que já tá bom?! Que nada! O ano de 2021 vai começar com novidade. Vick lançará uma música sobre relacionamento abusivo: "É um tema tão atual. Nós mulheres sofremos inúmeras violências, as mais faladas são violência física e sexual. Mas em ambientes públicos e privados tem mulher sofrendo violência psicológica, econômica. E nós, mulheres, só queremos ser tratadas com respeito e igualdade, direito de todos os seres humanos. Fico feliz em usar a minha arte para lutar pelos nossos direitos, este é o meu lugar de fala", desabafa a nova promessa do funk.

 

Você pode gostar
Comentários