Vinhética produz rótulos brasileiros com estilo de Provence

Gaspar Desurmont apostou em produtores do Sul para a criação de vinho sustentável e de qualidade

Por monica.lima

O Terroir Rosé harmoniza bem com frutos do mar%2C saladas%2C pratos asiáticos ou simplesmente puroDivulgação

O francês Gaspar Desurmont se apaixonou pelo Brasil e não se contentou apenas em morar no país. Também transferiu para cá o seu amor pela vinicultura. “Queria produzir um vinho no estilo de Provence aqui no Brasil. Para isso, passei seis anos pesquisando no Sul, escolhi os melhores produtores para fazer um vinho sustentável e de qualidade”, diz Gaspar. Foi então que ele criou a Vinhética e seus rótulos.

Na versão Terroir Rosé, ele é produzido com 50% de uvas teroldego e 50% merlot, com 12,7% de álcool. A primeira uva dá estrutura ao vinho e a segunda deixa seu paladar redondo. Ele apresenta coloração rosa-framboesa com notas de lichia, amora, violetas e limão siciliano. A fermentação foi feita em baixa temperatura, por volta dos 12°C, durante 25 dias, o que garante a complexidade aromática. Pela sua leveza e acidez, ele harmoniza bem com frutos do mar, saladas, pratos asiáticos ou simplesmente puro. Mas, além do rosé, Gaspar também produz o tinto Terroir Rouge com 50% cabernet sauvignon e 50% Arinarnoa. A segunda é uma uva francesa, fruto do casamento da tannat com cabernet sauvignon. Ela dá cor e equilíbrio entre acidez e álcool. Já a cabernet sauvignon dá estrutura e tanino. De cor rubi-granada, o Terroir Rouge tem notas de frutas vermelhas frescas como cereja, groselha e pimenta. Para manter seu frescor e sabor frutado, ele não passa por barrica. Esse tinto é ideal para ser degustado com carnes vermelhas, aves, queijos de sabor forte, massas, pizzas e risotos. Eles podem ser encontrados no site www.riodivino.com.br

OUTROS COPOS

Mais aroma

A La Carioca Cevicheria, do Jardim Botânico, preparou uma coleção de drinques com piscos macerados em infusões com frutas, especiarias e ervas, tornando-os mais aromáticos.  É possível degustar opções como maçã com pimenta ou hortelã, tangerina com gengibre, capim limão com limão siciliano e canela, entre outras.

Aos pés do Cristo

O charmoso Bar do Horto, de onde se tem visão privilegiada do Cristo Redentor, no Jardim Botânico, criou novos drinques para sua carta. Entre eles, o  Blue Margarita com curaçau e o Layde, com vodca, morango, canela, cravo, tabasco e açúcar.

Vinhos do Novo Mundo

A vinícola Nederburg Auction realiza a 40ª edição do seu leilão anual para estimular a indústria do vinho na África do Sul. O leilão vai acontecer na cidade de Paarl, em Western Cape, e 112 rótulos vão participar do evento. Oitavo maior produtor do mundo — a produção de vinhos no país começou em 1959 —, os rótulos sul-africanos começaram a ser exportados a partir de 1994, com o fim do Apartheid.

Harmonia em dias frios

A dica de harmonização do restaurante Brigite’s, no Leblon, para os dias mais frios é risoto de cordeiro e sálvia ou filé mignon com fondant de batatas, shiitake e molho de vinho tinto, com o italiano Sangiovese Brusco Dei Barbi 2010 – Fattoria Dei Barbi, da Toscana. Outra opção é a vitela à milanesa com risoto de açafrão, ou a bisteca de ancho com azeite de ervas, farofa panko, aspargos e shiitake, com o francês Château Maison Blanche 2009.

Na medida certa

A meia garrafa é ideal para aquelas pessoas que gostam de beber sem exageros. Por isso, a vinícola Cousiño Macul acaba de lançar o Antiguas Reservas, safra 2011, nesse formato. Ele é um cabernet sauvignon 100%, bastante equilibrado ao paladar, com acidez rica, médio corpo e taninos muito agradáveis.

Novo menu

O Meza Bar, do Humaitá, renovou o seu cardápio sob o comando do chef Bruno Faro. São delícias como o sanduíche de costelinha de porco, harmonizado com o Spicy Mojito, preparado com xarope de pimenta dedo de moça. Ou o pot-au-feu, tradicional receita francesa de carne de panela, cozida com molho à base de cerveja. Ela pode ser acompanhada do drinque Lotus, com Don Julio Tequila, cranberry, maçã, limão e pimenta preta.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia