Novo Ka tem como destaque a inédita conectividade

Em caso de acionamento de airbag ou corte de combustível, sistema envia coordenadas do carro ao socorro, com canal de voz para vítimas

Por monica.lima

Conectado é pouco. O novo Ka, nas lojas em setembro, traz embarcada a tecnologia de chamada automática de emergência, através de seu sistema Sync. O Sync dispara uma chamada para o SAMU em caso de acionamento de airbag ou corte de combustível, comuns em colisões ou capotamentos, envia as coordenadas do carro ao socorro e ainda abre um canal de voz para as possíveis vítimas.

Esta interface é nova no Brasil e aparece justamente em um carro de apelo popular, o modelo de entrada da Ford, que chega nas versões hatch e sedã. Com ele, bluetooth e acessos à internet. O primeiro, fundamental para reduzir os riscos de acidentes, pois muita gente morre ao falar ou teclar no celular, e o segundo como forte apelo de marketing. Hoje, o carro conectado atinge muito mais público, uma vez que o Brasil passa por uma explosão de acessos à rede mundial de computadores. Notável entre os jovens é o desinteresse pelo carro e o interesse massivo nas redes sociais. Assim, o carro se transporta para este mundo e entrega às empresas de tecnologia um filão imenso de dólares com a aplicação da tecnologia nos carros. Promete sucesso.

O modelo de entrada da Ford vem com com bluetooth e acessos à internetDivulgação

Ao lado das suas especificações cibernéticas, o novo Ka é um modelo amigável, urbano e econômico. Ganhou a primeira versão de motor de três cilindros da marca no país e, de quebra, o 1.0 mais possante.

Com 85 cv e o princípio do baixo atrito, o modelito tem subida de giro de motocicleta e consumo contido. Leva cinco pessoas, mas pouca bagagem. No hatch, o porta-malas diminuiu em relação ao Ka anterior. Bonito, tem a face familiar do Focus, Fiesta e Fusion, na frente e uma traseira que resvala no BMW série 1, no Onix, algo por aí. Ficou agradável. O sedã é muito bem resolvido.

Boa sacada da marca foi equipar todas as versões com ar-condicionado. Hoje, equipamento imprescindível. O Sync e o ar elevaram o patamar do Ka para competir entre os modelos de entrada mais caprichados, como o Palio, up! etc. Parte de R$ 35,4 mil e já vem com estes itens, mais os airbags e freios ABS, de Lei, abertura elétrica da mala, direção elétrica e vidros idem, mas só os dianteiros. Faltou o encosto de cabeça central no banco traseiro, item de segurança fundamental.

PONTO-A-PONTO

? O Ford EcoSport é um dos 31 pré-selecionados para o prêmio Carro do Ano da Europa 2015. É a primeira vez que um carro brasileiro chega tão longe.

? A Porsche Cayenne redesenhada chega ao mercado em outubro.

? O recall que não para tem agora mais 823 mil veículos Spark, Impala e Silverado, chamados por diversos problemas de origem. A GM já aponta perdas de 85% nos dividendos das suas ações por conta dos quase 30 milhões de veículos chamados para reparos por defeitos, principalmente no tambor da chave de ignição .

? Nissan e Hyundai também na onda. Chamam quase 400 mil modelos vendidos nos EUA entre 2005 e 2008: falhas nos airbags.

? Vai? O único Pagani Zonda F que chegou ao Brasil em 2008 está anunciado por R$4,2 milhões. É o carro usado mais caro do país. Mais caro do que qualquer carro novo também. O megaesportivo tem motor 7.3 V12 de 659cv .

? Imperdível. Entre 22 e 24 de agosto St. Moritz vai receber a terceira Passion Engadina, com 100 raríssimos carros históricos, em homenagem aos 100 anos de fundação da Maserati.

? O primeiro ministro da Itália, Matteo Renzi, conheceu o Jeep Renegade, fabricado pela primeira vez no país. Foi uma saída diplomática para o novo grupo FCA Fiat-Chrysler, que tem sede na Holanda e domicílio fiscal na Inglaterra. O Renegade é um Jeep compacto, que será montado também no Brasil, no ano que vem.

i-Roads na praça

A cidade francesa de Grenoble vai incluir os ultracompactos elétricos da Toyota no sistema de transporte público. Por três anos, os i-Road e COMS poderão ser alugados via celular, com reserva e planejamento de rota, status do trânsito e do transporte público associado. O i-Road fez sucesso quando, apresentado no Salão de Tóquio 2013, exibiu suas possibilidades com a direção ativa.

Nova ‘C’ no Brasil

Dia 12 de agosto a Mercedes-Benz apresenta à imprensa especializada o novo Classe C. O sucesso mundial está mais fluido e lembra uma Classe S em dimensões contidas. O modelo, ainda importado e pleno de soluções de conforto e segurança, chegará nas versões C 180 e C 200 e terá fabricação local, em Iracemápolis (SP), a partir de 2016.

França libera autônomos

O governo francês autorizou provas com veículos autônomos, para a alegria do presidente da Renault-Nissan Carlos Ghosn. A estratégia pretende reposicionar a França como liderança industrial na era dos carros plugados e conectados, com oferta de autônomos ao mercado em 2020.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia