Mostra usa escaner para ‘dissecar’ o interior dos artefatos

‘LuxInside — As Marcas do Homem’ reúne 11 objetos de luxo registrados de forma inovadora

Por tabata.uchoa

Rio - Qualidade material, design atraente ou sensação de poder? Não há como afirmar com certeza a razão pela qual uma marca alcança o status de ícone de alto luxo, mas através da exposição ‘LuxInside — As Marcas do Homem’, que começa amanhã no Hotel Sofitel, em Copacabana, já é possível ter uma ideia.

A câmera Leica%2C um clássico da fotografia%2C foi escaneada pela artistaDivulgação

A mostra reúne 11 objetos de luxo registrados de forma inovadora por um escaner originalmente usado em radiografias. O aparelho permite observar o interior das peças, mostrando a técnica primorosa por trás da aparência dos artefatos. Cada imagem vem acompanhada da trajetória da marca ao longo dos anos, tornando o universo das grandes grifes mais acessível a todos os tipos de público. Entre os ícones presentes, estão sapatos Louboutin, luvas Neptune, uma câmera Leica e uma sela Hermès.

“Levei 20 anos pesquisando as características do verdadeiro luxo com a ajuda de dois cientistas e um designer gráfico. Agora chegou o momento de disseminar a experiência”, diz a jornalista Laurence Picot, curadora da mostra. Amanhã, às 19h15, ela realiza uma conferência sobre “Os segredos do luxo”, no auditório da Aliança Francesa de Botafogo.

‘LuxInside — As Marcas do Homem’ permanece em cartaz até o dia 20 de setembro, das 11h às 18h, e depois segue para São Paulo. Tanto a mostra quanto a conferência têm entrada franca.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia