Laila Garin vai cortar os cabelos e usar lentes para interpretar Elis Regina

Espetáculo ‘Elis, a Musical’ estreia dia 8 de novembro no Rio

Por tabata.uchoa

Laila Garin vai cortar os cabelos e lentes de contato para interpretar ElisFernando Souza / Agência O Dia

Rio - Cabelos ruivos, olhos azuis e uma pele bem branca. Fisicamente, Laila Garin em nada se parece com Elis Regina. Mas a falta de semelhança física contou pontos a seu favor. No meio de 200 candidatas, a baiana, de 35 anos, foi a escolhida para viver a consagrada cantora no espetáculo ‘Elis, a Musical’, que estreia dia 8 de novembro no Rio.

“O Dennis Carvalho (diretor do musical) não queria uma cópia, uma imitação, até porque é impossível ser ela. A única coisa que tenho igual da Elis é a altura, sou baixinha. Ah! E ela não era nada blasé e eu também não sou. Mas não sei dizer por que fui escolhida. Se não é nada que está fora, deve ser algo que está dentro”, explica a cantora e atriz, que credita a escolha à forma como interpreta as canções. “É aquela coisa de cantar por quê? Pra quem? Como?”.

Laila não teve nenhum efeito colateral terrível ou crise de choro ao saber que tinha conquistado a vaga disputada por centenas de candidatas. “A disputa não é algo que me atrai, excita e estimula. Muito pelo contrário. Até por não ter nenhuma semelhança física e nem de timbre de voz com a Elis, eu não tinha essa pretensão de ganhar. Mas estou muito feliz por ter esse privilégio de representar a maior cantora do Brasil. A responsabilidade de ser Elis acaba sendo maior do que todo esse frisson de testes”, avalia.

Com apenas duas semanas de ensaios (8 horas por dia de segunda a sábado), Laila começa a se ‘aproximar’ mais da eterna Pimentinha. “Serão dois meses ensaiando. Agora entra a fase de interpretar um pouco mais próximo do que a Elis fazia. A maneira dela sentir a música, de pensar, analisar o temperamento dela. Tem alguns gestos que são icônicos. Algumas cenas que eles escolheram são antológicas”, define.

Além de deixar algumas firulas peculiares para trás, a cabeleira vermelha de Laila também está com os dias contados. “Vou cortar o cabelo porque vou usar peruca e ele é muito cheio. Também vou mexer na sobrancelha e usar lentes de contatos. Mas eu gostaria que as pessoas que forem ao teatro não ficassem buscando semelhanças e encarassem toda essa produção como uma grande homenagem. Quero que as pessoas se sintam tocadas, se emocionem”.

Laila ainda não teve contato com Maria Rita e Pedro Mariano, filhos de Elis, mas ela já conheceu o primogênito da cantora, João Marcelo Bôscoli. “Ele contou pra gente algumas coisas que foram importantes, do tipo: como era a Elis em casa e não a pessoa pública. Foi interessante saber que ela gostava de cozinhar, cuidar das plantas e da relação dela com os filhos”. Se tudo der certo, Laila não descarta a possibilidade de fazer novelas. “Vou achar ótimo, mas gosto mesmo dos palcos. Claro que eu quero fazer sucesso. Mas quero mesmo é que o musical seja maravilhoso, seja lindo. Se eu conseguir fazer essa peça, já está bom”.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia