Cine Ceará começa sua 24ª edição com intercâmbio latino

Programação do festival quer proporcionar um clima democrático

Por daniela.lima

Rio - Este ano o Cine Ceará mistura o sotaque nordestino ao argentino. Em sua 24ª edição, que começa hoje, o festival apresenta um panorama especial da produção dos hermanos, além de filmes de outros vizinhos latinos e curtas e longas-metragens de todo o Brasil. O intercâmbio cinematográfico será até o dia 23, no Theatro José de Alencar, em Fortaleza.  

O ator Daniel de Oliveira%2C ao centro do elenco do longa ‘Estrada 47’%2C parte da programação do Cine CearáDivulgação


“Gosto muito do cinema argentino. Acho a melhor escola ibero-americana. Além dele, tentamos selecionar o melhor da produção recente daqui e de outros países latinos”, diz o organizador e curador do evento, Wolney Oliveira, que vê o festival como lugar democrático de informação e cultura. 

A prova desse clima é a programação, composta também de filmes cearenses e de outros estados do país. Um deles é ‘Estrada 47’, com Daniel de Oliveira. Considerado pelo ator um filme ‘difícil de se fazer’, ele foi totalmente filmado na neve da Itália e retrata parte da Segunda Guerra Mundial. 

Na coprodução entre República Dominicana, Argentina e México, ‘Dólares de Areia’, Geraldine Chaplin — filha do lendário Charlie Chaplin — interpreta uma europeia que se apaixona por uma dominicana. “Escolhi também documentários como ‘A Vida Privada dos Hipopótamos’. Adoro o gênero”, comenta o curador. 

Como homenageados, estão o diretor portenho Daniel Burman e a atriz Deborah Secco. “Ela é uma jovem atriz com 12 longas no currículo. Então, é um reconhecimento mais do que justo”, elogia o curador, lembrando que o filme mais recente da atriz, ‘Boa Sorte’, será exibido em sessão especial por lá. “ Não sei se é só aqui, mas noto uma maior fluência de público jovem a cada ano. O que é ótimo, pois é essa a nossa intenção”, conclui.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia