Decote estilo cigano emplaca na estação

Atrizes abusam das blusas com ombros à mostra, que prometem bombar no verão

Por daniela.lima

Rio - Pode colocar o ombrinho de fora e mandar beijinho para as inimigas, porque o decote cigano está de volta com força total e vai deixar você um arraso. Bastante explorados nas passarelas, os modelos de blusa caída com ombros à mostra e os vestidos que também exploram o colo feminino prometem ser a sensação do verão. 

Grazi Massafera usou o modelo curinga durante a campanha que fez para a marca Lince RelógiosLince Relógios/ Divulgação


Prova do sucesso são as famosas que já apareceram usando o estilo: Thaila Ayala, Juliana Paes, Giovanna Ewbank e Grazi Massafera, entre outras. Nas telinhas, a moda pegou pra valer nos anos 90. Vale lembrar que Carolina Dieckmann foi uma das primeiras a chamar a atenção com o look na TV, quando interpretou a jovem Açucena, aos 16 anos, na novela ‘Tropicaliente’ (1994). Na época, todo mundo queria se vestir como a atriz nas ruas. Outra que esbanjou beleza com o visual ousado foi Letícia Spiller, na pele de Babalu, na trama ‘Quatro por Quatro’ (1994).

A consultora de moda Rafaella Cardoso acredita que o decote ombro a ombro combina com mulheres de tipos físicos variados. “Vai da magrinha até a mais fora de forma. Não tem nenhum tipo de corpo em que as ciganinhas não caiam bem. Elas são indicadas para todos os tipos físicos, altura, manequim e idade”, opina Rafaella. Já a pesquisadora de moda Silvia de Souza adverte quanto ao uso da peça em ambiente de trabalho. “Sensualidade nas empresas não é de bom gosto. Também não acho legal os ombros à mostra numa festa muito sofisticada. Existe um modismo dessas batas por conta da novela ‘Boogie Oogie’, e as pessoas têm que ter cuidado para não serem repetitivas”, alerta Silvia.

Marcas como Farm, Oh, Boy! e Espaço Fashion investiram pesado nessas peças para as novas coleções. “Esses modelos de bata e vestido fazem parte do estilo boho, que vem se repetindo há várias coleções. Eles também têm um ponto bem positivo, porque, como deixam o colo de fora, prolongam o pescoço, e isso dá uma sensação de alongamento no corpo”, explica Rafaella.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia