Morador do Vidigal, Jonathan Azevedo é mobilizador do 'Criança Esperança'

Ator está na série 'Ilha de Ferro'

Por

Jonathan Azevedo com Leandra Leal (acima) e na visita à escola Spetaculu (abaixo), onde estudou
Jonathan Azevedo com Leandra Leal (acima) e na visita à escola Spetaculu (abaixo), onde estudou -

Sabiá foi só o começo. Para Jonathan Azevedo, de 32 anos, ainda vem muita coisa boa pela frente. "Esse personagem foi só o passaporte, continuarei carimbando por aí", garante o ator, vencedor do prêmio de revelação do 'Melhores do Ano', do 'Domingão do Faustão', no ano passado, pela interpretação do traficante Sabiá em 'A Força do Querer'.

Neste segundo semestre, Jonathan, que é morador do Vidigal e um dos mobilizadores do Criança Esperança, será destaque da Globo em 'Ilha de Ferro', série em 12 capítulos. A gravações foram encerradas no dia 12 de maio, mas a atração ainda não tem data de estreia. Jonathan crava que a produção será algo "muito inovador na televisão brasileira".

Depois de contracenar na última novela das nove com Juliana Paes, Emílio Dantas e Betty Faria, a nova empreitada do artista em 'Ilha de Ferro' promete cenas com os protagonistas Cauã Reymond, Maria Casadevall e Sophie Charlotte. Tudo muito recente e grandioso para Jonathan, que apesar da carreira com 17 trabalhos na televisão e 15 no cinema, surgiu para o grande público 16 anos após começar a atuar.

"Foi tudo muito rápido. A explosão foi uma coisa inacreditável na minha vida, as pessoas que estão na jornada comigo ficam até emocionadas com tudo que está acontecendo. Quando passo aqui pela comunidade, as pessoas me parabenizam por eu ser hoje quem eu era antes. Isso é muito lindo", conta o ator.

Sobre essa relação de carinho com os vizinhos, Jonathan explica a importância de sua aparição na dramaturgia para influenciar a vida de outras pessoas. "Quando eu era menor, escutava histórias sobre Adílio e Júlio César "Uri Geller" (jogadores do Flamengo na década de 80), que eram moradores do Vidigal e conquistaram multidões através do futebol. Hoje, estou desbravando o mundo através da arte. Isso serve de exemplo para muitas crianças enxergarem outras formas de conquistar seus sonhos".

A Escolinha de Basquete Cruzada, no conjunto habitacional Cruzada São Sebastião, no Leblon, é outro espaço que recebe o apoio do ator. Em fevereiro, ele levou cem crianças do conjunto ao cinema para assistir ao filme 'Pantera Negra'. Ações como essa o levaram a ser chamado para formar a equipe de mobilizadores do projeto Criança Esperança 2018.

O ator visitou a Spetaculu Escola de Arte e Tecnologia, onde estudou antes de seguir a carreira artística, para informar à instituição a escolha como uma das assistidas pela campanha. "Essa experiência é magnífica. Porque eu sou fruto dos incentivos do Criança Esperança, as escolas onde eu estudei foram ajudadas pelas doações. E quando chego lá, as crianças me abraçam, elas se veem em mim e eu me vejo nelas", afirma.

Carreira Musical

Agora ex-integrante do grupo Melanina Carioca, Jonathan Azevedo está tocando um novo projeto na cena musical, com a banda Neggz. Proposta que aborda histórias da vida do próprio artista, questões relacionadas à elevação da autoestima e à cultura afrobrasileira. No último dia 14, Jonathan se apresentou, ao lado de Jefferson Brasil, no programa 'Altas Horas'.

Galeria de Fotos

Jonathan Azevedo com Leandra Leal (acima) e na visita à escola Spetaculu (abaixo), onde estudou Globo/João Cotta
Jonathan Azevedo Globo/Victor Polla
Jonathan Azevedo Globo/João Cotta

Comentários

Últimas de Diversão