Aos 62 anos, Solange Couto vive personagem sexy e 171 na TV

Atriz assume ser uma mãe mais presente e não vê problemas em pedir trabalho. 'Quem não é visto, não é lembrado', diz

Por Gabriel Sobreira

Coronela (Solange Couto)
Coronela (Solange Couto) -

Roupas coloridas, estampadas e bem decotadas. Cabelo sempre com coque. Joias e bijuterias para enfeitar. Unhas sempre pintadas de rosa chiclete com 'francesa' grossa branca. Quando recebe algum dinheiro, ela o esconde no sutiã. E ainda dança quadradinho. Assim é a Coronela que herdou o título com a viuvez do marido coronel de 'O Tempo Não Para', da Globo. "Ela se acha uma delícia, poderosa. Quando ela olha para um homem que a interessa, faz um bico e aperta os dois seios (foto ao lado). Mas isso não fui eu quem criou, foi o autor (Mario Teixeira) quem escreveu. Já veio pronto. Estou ainda achando o jeito de fazer sem ser pesado, porque é às 19h, não é?", pondera Solange Couto.

Conquista

Solteira desde o fim do casamento com Jamerson Andrade, a atriz conta que só uma vez partiu para a conquista. "No meu primeiro casamento, me apaixonei, vi a pessoa, e fui. Não foi tipo: 'hey, estou gostando de você'. Mas mostrei, fui deixando claro que era algo que me agradaria, Fui mostrando, aí chegou um momento em que a pessoa se tocou, e veio devagarzinho, veio namoro e a gente acabou se casando. Foi a primeira vez que me casei de noiva, e no civil. Tinha 46 anos", lembra.

Personalidade

Aos 62 anos, Solange acredita que tem um jeito que intimida. "Como tenho 1,78m e ainda gosto de salto, fico com quase 2m, a maioria dos homens não chega muito em mim. Por eu ser uma pessoa forte, por eu ter uma voz forte, por eu ter um comportamento, tenho gestos largos até por ser grande. Já ouvi dizer: 'fulano estava super a fim de você, mas tem medo, você é braba'. Eu não sou braba, só fico na defensiva. Se a pessoa chegar querendo me conquistar colocando a mão em mim não vai dar certo", esclarece.

Mãezona

Fato é que Solange é caseira, romântica à moda antiga, dedicada à família e ao trabalho. Mãe de Márcio (44), Morena (27) e Benjamin (seis anos, completa sete no próximo dia 15), a intérprete conta como foi a diferença na maternidade entre os três filhos. "Eu não tive tempo com os dois (Márcio e Morena). Ele (Benjamin) mamou até os oito meses, ensinei a virar cambalhota. Tenho tempo com ele, tempo de ser mãe dele, os outros eram muito pessoas que tomavam conta em casa", recorda-se.

"Sempre faço tarefas da escola com ele, levo e busco da escola quando não dá para vir na condução, vou assistir à aulinha de judô, vou à reunião de pais e mães. Sou muito presente. E na Morena e no Márcio não tive esse tempo", acrescenta a carioca do bairro do Engenho de Dentro, Zona Norte do Rio.

Boa forma

Para manter a boa forma física, Solange entrega seus segredos. "Caminho na praia de manhã cedinho, 6h da manhã com frio ou não, faço pilates e faço estética. E a boca dá uma travada senão tem o efeitinho sanfoninha", conta, aos risos. Mas a atriz encara com leveza o cuidado com o corpo. "também, com 62 anos nas costas, não dá mais para ficar pensando em querer ter manequim 42 de novo (risos)", frisa.

Oportunidades

De volta às novelas desde 'Malhação: Seu Lugar no Mundo' (2015), a morena não vê problemas em pedir trabalho. Tanto que ela procurou Leonardo Nogueira, diretor artístico de 'O Tempo Não Para', quando soube que a produção estava certa na grade da Globo. "Falei: 'estou sabendo que você vai estar na próxima novela, se tiver algum lugar para mim, estou aqui. Ele falou: 'você já estava na minha escala'. Ainda bem, pedi para o cara certo. Não tenho problema com isso (pedir trabalho). É aquela velha história: 'quem não é visto, não é lembrado'", diz ela, que tem um hábito há muito tempo de sempre escrever mensagens para autores. "Mando parabéns no Dia das Mães ou dos Pais, no dia do aniversário, não ligo para a pessoa direto, mando mensagem, recado. No dia de Natal, eu mando uma mensagem, desejo Feliz Ano Novo. São delicadezas", entrega ela.

A trama

Quando o assunto é 'O Tempo Não Para', Solange tem se divertido com as cenas de sua personagem. É porque muito em breve, a família de "congelados" vai bater na pensão de Coronela e a "espertalhona" triplica o valor da hospedagem. "Ela é 171. Diz para eles que fez um puxadinho, que tem uma suíte master, que tem um presidente de empresas multinacionais, que reservou, mas que ela vai quebrar o galho deles e vai alugar para eles. Ela pinta miséria. Ela vende os recicláveis para o pobre do Eliseu (Milton Gonçalves) e toma dinheiro dele, dois reais, cinco reais, e esconde no peito. Ela é triste (risos)", diverte-se.

O olho de Coronela cresce ainda mais quando ela conhece o "congelado" Teófilo, o guarda-livros da família Sabino Machado. "Ela soube que eles são ricos e acha que vai arrancar dinheiro pesado ali. Quando ela se põe para ele (Teófilo) é porque ela descobre que ele é guarda-livros da família. E guarda-livros ela entende que é guarda-dinheiro. Então ela se joga inteira para ele, aí é só Jesus", brinca.

Dona Jura

Muito lembrada por ter vivido Dona Jura , em 'O Clone' (2001), Solange não acha as duas personagens parecidas. Para a atriz, a Jura era uma mulher séria, sisuda, enérgica, leal, honestíssima. "Ela jamais ficaria com um centavo de ninguém. A Coronela toma dinheiro dos outros e guarda. Acho ela uma mulher absurdamente forte. Quando ela quer, ela vai na meta, não quer nem saber, ela atropela. Ela não é vilã. Ela é esperta", explica.

Comentários

Últimas de Diversão